Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de março de 2016

Novo ministro dos esportes

Dilma Rousseff nomeou um técnico como novo ministro do Esporte. Há 13 anos na pasta e desde o começo de 2001 trabalhando no esporte em governos petistas, Ricardo Leyser, do PCdoB de São Paulo, assumiu a pasta. Responsável pela criação do Plano Brasil Medalhas, que financia o esporte de alto rendimento do Brasil em busca do Top 10 do quadro de medalhas nos Jogos Olímpicos do Rio, Leyser tem bom trâmite com atletas e dirigentes.

Campeonato Paulista da Série A-3

Penúltima rodada:
Rio Preto 1 x 1 Matonense
Flamengo 1 x 0 Grêmio Osasco
Grêmio Barueri 0 x 2 Atibaia
Itapirense 0 x 0 São José
São Carlos 2 x 2 Nacional
Internacional 1 x 0 Sertãozinho
Olímpia 2 x 2 Comercial
São José FC 2 x 0 Catanduvense
Noroeste 2 x 0 Primavera
Fernandópolis 1 x 2 Guaratinguetá

Última rodada:
3/4 - 10h - Comercial x Rio Preto
3/4 - 10h - Catanduvense x Flamengo
3/4 - 10h - Guaratinguetá x Olímpia
3/4 - 10h - Sertãozinho x São Carlos
3/4 - 10h - Nacional x São José FC
3/4 - 10h - Matonense x Grêmio Barueri
3/4 - 10h - São José x Fernandópolis
3/4 - 10h - Grêmio Osasco x Itapirense
3/4 - 10h - Atibaia x Noroeste
3/4 - 10h - Primavera x Internacional

Classificação:

1 Flamengo 40
2 Atibaia 36
3 Rio Preto 35
4 Sertãozinho 33
5 São Carlos 32
6 Nacional 30
7 Matonense 30
8 Catanduvense 30

9 Grêmio Osasco 26
10 Noroeste 24
11 Comercial 24
12 Olímpia 24
13 Internacional 22
14 São José FC 22
15 São José 20
16 Itapirense 20
17 Guaratinguetá 19
18 Primavera 17
19 Fernandópolis 9
20 Grêmio Barueri 0

Corinthians e Luverdense jogarão no Limeirão pela Copa do Brasil Sub-17

CONFIRMADO - Corinthians e Luverdense/MT jogarão no Limeirão no próximo dia 7 de abril (quinta-feira), às 17h pela Copa do Brasil Sub-17. No jogo de ida em Rio Verde, empate por 3 a 3. A entrada é franca.

Inter vence Sertãozinho e precisa de empate para permanecer na A-3

Com determinação, a Internacional conquistou um resultado importante na noite de ontem, no Limeirão. Foi uma partida de duas equipes com campanhas distintas no Paulista da Série A-3. A equipe do Sertãozinho entrou em campo classificada, já o Leão só tinha em mente a vitória, para se livrar da zona de perigo.

A vitória de ontem, por 1 a 0, deu alívio para os torcedores leoninos. Mas a missão continua, pois no domingo, o time precisa de um empate, contra o Primavera, em Indaiatuba, para livrar-se de vez do rebaixamento, sem depender de outros resultados.

A equipe dirigida pelo técnico José Carlos Serrão procurava tocar a bola e virar o jogo a todo momento. Com isso, restava ao time de João Valim, ser agressivo para buscar os três pontos. Aos 6 minutos, a primeira oportunidade criada pelo time limeirense. Foi quando o atacante Wesley ajeitou para Gustavo, que perdeu a chance do primeiro gol. Na sequência, o Sertãozinho deu a resposta, e o atacante Michel Cury, também desperdiçou a chance de abrir o marcador.

Faltava ao time leonino mais ousadia para criar opções para chegar ao gol de Marcio. Mas, aos 28 minutos, surgiu o gol leonino. Escanteio cobrado por Gustavo e a bola encontrou o atacante Wesley, que de cabeça, marcou para a Veterana: 1 a 0, o placar da primeira etapa.

A VITÓRIA

Vencendo por 1 a 0, a Inter tinha em mente administrar a vantagem. Aos 8 minutos, o adversário assustou a torcida alvinegra. Cruzamento da esquerda, o atacante Luan cabeceou para a defesa de Diego. A partir desse lance, o meio de campo do Leão começou a ceder espaços para o Sertãozinho. Desta forma, o time de Serrão passou a chegar com perigo ao setor ofensivo.

O Sertãozinho poderia ter empatado aos 21 minutos, numa falha de marcação do zagueiro Mario Paiva. A bola sobrou para Lelo, que havia entrado no lugar de Luciano Gigante. Na sua primeira intervenção ele deixou de marcar por pouco.

João Valim passou a exigir atenção para o seu time. Aos poucos a Inter foi se recompondo em campo. Logo em seguida, a Inter poderia ter matado o jogo. O centroavante Smith construiu uma bela jogada. O atacante rolou a bola para Wesley, que, livre de marcação e na cara do gol, perdeu a chance do segundo gol. Mas a equipe limeirense foi passando confiança. Através do comprometimento, os jogadores leoninos foram valorizando a posse de bola.

O resultado aliviou os poucos torcedores que compareceram ao Major Levy. No domingo, às 10 horas, a Inter enfrenta o Primavera, em Indaiatuba. O empate garantirá a permanência na Série A-3. Se perder, vai depender de um tropeço da Itapirense, que joga contra o Grêmio Osasco, fora de casa, e de uma derrota do São José FC, que enfrenta o Nacional, na Capital.

Internacional 1 x 0 Sertãozinho


Gol - Wesley aos 28 minutos do 1º tempo (IN)
Local - Limeirão
Árbitro - Marcelo Prieto Alfieri
Auxiliares - Domingos da Silva Chagas e Rodrigo Meirelles Bernardo
Público - 448
Renda - R$ 4.790,00
Internacional - Diego, Vinícius Pedalada (Léo), Mário Paiva, Téssio e Malcon; Robério, Rubens, Gustavo (Rodolfo) e Zé Mateus; Wesley (Conrado) e Smith. Técnico - João Vallim.
Sertãozinho - Márcio; Nequinha, Fred, Rafael Novaes e Paulo Almeida; Nildo, Tito (Rossini), Mateus e Michel Cury; Luan (Danilo) e Luciano Gigante (Lelo). Técnico - José Carlos Serrão
Ocorrências - cartões amarelos para Nequinha, Rafael Novaes, Tito e Luciano Gigante (Sertãozinho).

Goleada impiedosa rebaixa o Independente à Série A-3

*** Por Roberto Lucato

Quase se despedindo de uma temporada muito agitada, recheada de controversas e, o principal, sem se reforçar em relação ao ano passado, o Independente disse adeus à Série A-2 do Campeonato Paulista na noite de ontem, após sofrer uma impiedosa goleada na cidade de Jundiaí, frente o Paulista.

Para a equipe limeirense somente a vitória interessava e o técnico Ivan Izzo mandou à campo um time repleto de alterações e logo nos primeiros minutos se tornava clara a sua opção: esperar o Galo do Japi e aproveitar os contra-ataques.

O plano até deu certo por alguns minutos, o Independente marcava em seu campo defensivo, mas o problema estava na ligação ataque-defesa. Com fracas atuações de Diogo e Cláudio Falcão, sobrou para Léo Aquino tal incumbência, demonstrando muito atrevimento nos primeiros minutos. Porém, quando evoluía, não encontrava companheiros pelas laterais do gramado, tão pouco na cabeça da área.

Romarinho e Ricardo Oliveira eram facilmente marcados pelos zagueiros do Paulista e as opções se esvaiam enquanto o tempo passava. Ao contrário, aos adversários galistas, que também precisavam da vitória, sobravam opções.

Tanto é que logo aos 22 minutos aconteceria a abertura do placar. Em jogada normal o lateral Cléber se infiltrou pela meia cancha e serviu seu companheiro Ariel. A bola desviou na zaga do alvinegro e sobrou livre para o atacante que apenas desviou de Marcelo Bonan. Mesmo em desvantagem equipe limeirense não mudou seu comportamento, ou seja, jogada recuada esperando os contragolpes; sem uma referência ofensiva, convenhamos, ficava difícil.

O Paulista ganhava com facilidade a disputa pela intermediária e crescia de produção, sendo premiado com o segundo gol aos 44 minutos. Erik Mamadeira recebeu a bola após nova falha da defesa galista, que pedira falta no lance e ficou parada, fintou Pedro Navas e colocou no canto de Bonan. 2 a 0.

Ivan Izzo promoveu as entradas de Americano e Filipinho na abertura da segunda etapa, com isso procurando aumentar o poder ofensivo. Porém, o onze limeirense continuava errando muitos passes e não apresentava qualquer articulação, nesta altura totalmente exposto em sua defesa.

Não demorou muito para o Paulista aumentar. Aos nove minutos acontece o terceiro. Henrique Pangela errou um passe, Felipe Santos recebeu nas costas de André Pastor e mandou para Ariel, que novamente não teve qualquer dificuldade à frente de Bonan.

A partida estaria liquidada e o abatimento foi nítido. Aos 19, o quarto. Felipe Santos recebeu em velocidade e entrou na área como quis, batendo cruzado para comemorar com a torcida. Nesta altura o Independente estava totalmente entregue, desorientado, exibindo um resumo daquilo que demonstrou nesta temporada.

O quinto e derradeiro gol sairia aos 35 minutos. Depois de uma linda triangulação no ataque, Erik Mamadeira percebeu a entrada de Ramalho na marca de pênalti e apenas serviu seu companheiro com elegância para fechar o placar. O Galo voltava, assim, à Série A-3, tomando até agora 34 gols em 18 partidas.

Oscilando em casa. Oscilando fora. Com disputas internas, greves, confrontos entre diretoria e torcedores, no mundo real e virtual. Enfim, uma sequência negativa para ser esquecida pelos torcedores, e compreendida por sua diretoria e sua parceria como experiência. Cumprindo tabela, o Galo volta a campo neste domingo, enfrentando o Rio Branco no Pradão, às 10h.

Paulista 5 x 0 Independente


Gols - Ariel aos 22 e Erik Mamadeira aos 44 do 1ºT, Ariel aos 9, Felipe Santos aos 19 e Ramalho aos 35 do 2ºT.
Local - Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí
Árbitro - Demétrius Pinto Candançan
Auxiliares - Vicente Romano Neto e Leandro Alves de Souza.
Público - 1.184
Renda - R$ 19.560
Paulista - Iago; Lucão, Renato Oliveira, Rafael Mateus (Branquinho) e Cléber; Rafael Fefo, Ramalho e Felipe Piovesan; Erik Mamadeira, Ariel (Jhonathan) e Felipe Santos (Toni). Técnico - Candinho Farias.
Independente - Marcelo Bonan; Fabiano, Gaúcho, André Pastor e Henrique Pangela; Pedro Navas, Cláudio Falcão, Diogo (Americano) e Ricardinho (Jordy Guererreiro); Romarinho (Filipinho) e Léo Aquino. Técnico - Ivan Izzo.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Nova chuteira de CR7


A Nike confeccionou uma nova chuteira ao craque português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid. A estreia será no sábado, às 15h30, contra o Barcelona, no Camp Nou. A "Mercurial Natural Diamond" é azul escura, de cano alto e com um calcanhar texturizado para "dar ao modelo um visual áspero, enrugado", diz a Nike. O nome da chuteira é em alusão às habilidades de CR7.

Presidente da Portuguesa renuncia

RENÚNCIA - Os últimos dias da Portuguesa estão agitados. Após ser desafiada para um jogo contra torcedores organizados, perder para o lanterna Rio Branco por 2 a 0 em pleno Canindé e demitir o técnico Ricardinho, a equipe agora viu o presidente Jorge Manuel Gonçalves renunciar. Ele alegou problemas com membros de sua diretoria. Lusa corre risco de rebaixamento na Série A-2.

Contra Paulista, Independente define sua situação na Série A-2

*** Por Denis Suidedos

Tudo ou nada. Ou vence o Paulista hoje, às 20h, em Jundiaí, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista da Série A-2 para continuar respirando ou, em caso de derrota, se despede da divisão em seu segundo ano de participação.

Para o torcedor continuar sonhando, terá que acompanhar o resultado de mais dois duelos. Já às 15h, o Monte Azul recebe o São Caetano e, necessariamente, o galista terá que orar para que o time da casa não vença.

Já às 20h, a torcida será pelo time da casa, o Batatais, que enfrenta o Penapolense em seus domínios. Todos os detalhes dos confrontos você poderá acompanhar pelos 1020 AM da Educadora/Gazeta de Limeira com Edmar Ferreira, Roberto Lucato e Denis Suidedos.

Ivan Izzo terá o retorno de dois atletas, que não enfrentaram o Guarani, na derrota por 1 a 0, sexta-feira em Campinas. O volante Fabiano e o atacante Ricardo Oliveira estão à disposição do treinador. Por outro lado, com três amarelos, o lateral Vinícius Bovi desfalcará o alvinegro.

No treinamento de ontem o clima era de descontração, apesar da situação em que o clube se encontra. No semblante dos atletas percebia-se que o foco para a decisão de hoje se fazia presente.

Sobre o duelo, Izzo mostrou-se confiante. “Acredito que as situações até aparecem, mas na hora do arremate final temos encontrado dificuldades. Falei com os atletas e citei o exemplo do Palmeiras que, pelo momento que vive, a bola parece pesar. É manter a tranqüilidade e buscar a vitória, com erro zero”, salientou. 

O duelo é chamado de seis pontos, pois a equipe de Jundiaí também precisa da vitória para se afastar da zona de rebaixamento. Com 18 pontos, dois a mais do que o Independente, o Galo da Japi procura a vitória em casa para se reabilitar depois da derrota contra o Barretos, fora de casa, por 1 x 0, na última rodada.

Curiosamente, o atual técnico do Paulista é Candinho Farias, que em 2008 era o treinador do Independente no rebaixamento da Série A-3 para a Segundona. Por outro lado, o Independente venceu os últimos três duelos contra o Paulista.

O Galo do Japi, que venceu os últimos dois jogos em casa (1 x 0 Juventus e 3 x 0 Rio Branco) não terá o zagueiro Matheus, suspenso. Espera-se um público superior a três mil pagantes.

Ficha Técnica 

Paulista x Independente
Independente - Marcelo Bonan; Fabiano, Denner, André Pastor e Henrique Pangela; Cláudio Falcão, Jordy Guerreiro, Diogo e Léo Aquino (Romarinho); Éric Mamer e Ricardo Oliveira (Americano). Técnico - Ivan Izzo.
Paulista - Iago; Lucão, Jonathan Brito, Renato Oliveira e Cléber; Rafael Fefo, Ramalho, Arthur e Felipe Piovezan; Felipinho e Erick Mamadeira. Técnico - Candinho Farias
Árbitro - Demetrius Pinto Candançan
Auxiliares - Vicente Romano Neto e Leandro Alves de Souza
Local - Dr. Jayme Cintra, às 20h.

Inter pode escapar do rebaixamento hoje no Limeirão

A noite pode terminar com um final feliz para a Internacional. O Leão pode escapar do rebaixamento se vencer o Sertãozinho, às 20h, no Limeirão, e ainda acontecer uma combinação de resultados nesta que é a penúltima rodada do Campeonato Paulista da Série A-3.

O Leão torcerá por derrotas do São José para a Itapirense, em Itapira e do São José FC para o Catanduvense, no Vale do Paraíba, além do Primavera não derrotar o Noroeste, em Bauru. Seria a combinação perfeita.

Com 17 pontos e apenas 3 vitórias, o Primavera pode ser rebaixado hoje se não vencer o Noroeste. Seria bom para a Internacional, que jogaria sem pressão da torcida local, domingo às 10h em Indaiatuba, caso precise do resultado.

A Inter não seria rebaixada hoje, mesmo perdendo para o Sertãozinho, porém sua situação ficaria bastante delicada na última rodada.

Contra o Sertãozinho esta noite, o técnico João Vallim só não poderá contar com o volante Giba, que rescindiu seu contrato para acertar com o Audax/RJ. Para o seu lugar a opção é o polivalente Rodolfo, artilheiro do time com seis gols.

Vallim orientou seus jogadores a tomar cuidado com cartões desnecessários. Cinco titulares estão pendurados: Diego, Malcon, Mário Paiva, Robério e Zé Matheus. A preocupação é que o último jogo, contra o Primavera em Indaiatuba, também possa ser decisivo.

Sertãozinho

Praticamente classificado para a segunda fase com 33 pontos e ocupando a 3ª colocação, o Sertãozinho vem a Limeira sem grande preocupação e pretende jogar no nervosismo da Internacional, que precisa vencer.

O time comandado pelo experiente José Carlos Serrão vem de quatro vitórias consecutivas, a última delas sobre o Grêmio Barueri por 4 a 0, em casa. Três titulares estão foram por motivo de cartão, são eles o lateral Luiz Eduardo, o meia Jô (ex-Inter) e o artilheiro Tardelli. Por outro lado, os volantes Nildo e Matheus e o meia Michel Cury retornam de suspensão.

Das nove partidas que fez como visitante nesta A-3, o Touro dos Canaviais venceu cinco (3 x 0 Olímpia, 3 x 2 Nacional, 4 x 1 Guaratinguetá, 3 x 1 Grêmio Osasco e 1 x 0 Itapirense). Foram apenas três derrotas fora de casa, para Noroeste (2 x 1), Matonense (2 x 0) e Atibaia (1 x 0), além de um empate sem gols com o São José.

Retrospecto

Inter e Sertãozinho se enfrentaram cinco vezes no Limeirão na história e o Leão venceu uma única vez: 3 x 1 em 21/03/2012, com três gols do goleador Fernando Russi. Foram outros três empates e apenas uma vitória do Touro. Em 03/03/1985, o Sertãozinho goleou por 5 a 1. O último confronto entre as equipes no Limeirão foi no quadrangular final da Série A-3 de 2013. Empate sem gols em 20/07/2013.

Ficha Técnica

Internacional x Sertãozinho
 
Internacional - Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva, Téssio e Malcon; Robério, Rubens, Rodolfo e Zé Matheus; Wesley e Smith. Técnico - João Vallim.
Sertãozinho - Márcio; Nequinha, Fred, Alemão e Edu Pina; Nildo, Matheus, Michel Cury e Luan; Luciano Gigante e Tito. Técnico - José Carlos Serrão.
Árbitro - Marcelo Prieto Alfieri
Auxiliares - Domingos da Silva Chagas e Rodrigo Meirelles Bernardo
Local - Limeirão, às 20h.

Confrontos no Limeirão:

24/10/1976 - Internacional 2 x 2 Sertãozinho
03/03/1985 - Internacional 1 x 5 Sertãozinho
21/03/2012 - Internacional 3 x 1 Sertãozinho
27/04/2013 - Internacional 1 x 1 Sertãozinho
20/07/2013 - Internacional 0 x 0 Sertãozinho

terça-feira, 29 de março de 2016

Velho Marcos Assunção assina com o Sampaio Corrêa


INTERMINÁVEL - O Sampaio Corrêa anunciou hoje a contratação do veterano meio-campista Marcos Assunção. O contrato vale até o final desta temporada. Sem jogar desde outubro, após passagem rápida pelo Criciúma, o jogador está com 39 anos e disputará a Série B do Brasileiro.

Homenagens a Johan Cruyff

Para homenagear o holandês Johan Cruyff, que morreu aos 68 anos, vítima de câncer, o Barcelona vai preparar um mosaico com 90 mil peças no jogo contra o Real Madrid, sábado às 15h30, no Camp Nou.

A frase escolhida foi "Gràcies Johan" - "Obrigado, Johan", na tradução do catalão para o português. O Barcelona também mudará o desenho de sua camisa.

Além disso, os jogadores entrarão em campo acompanhados por crianças com camisetas da Fundação Cruyff.

Corinthians renova com Rodriguinho

RENOVOU - A pedido do técnico Tite, diretoria do Corinthians renovou o contrato do meia Rodriguinho, uma das peças importantes do esquema tático do treinador após as saídas de Renato Augusto e Jadson. O vínculo que terminava em dezembro deste ano, vai agora até o final de 2017.

Chris Paul fora da Olimpíada


NÃO VEM - Depois de Anthony Davis, por lesão, a seleção norte-americana de basquete terá outro desfalque na Olimpíada do Rio de Janeiro. Trata-se do armador Chris Paul, do Los Angeles Clippers, que alegou desgaste físico. Paul, de 30 anos, está com médias de 19,8 pontos e 9,9 assistências nesta temporada da NBA, e os Clippers estão na quarta colocação na Conferência do Oeste com 46 vitórias e 27 derrotas. Chris Paul ganhou o ouro com a seleção dos Estados Unidos em 2008 e 2012.

Atlético/MG contrata Lauro

REFORÇO IMEDIATO - O Atlético/MG acertou hoje a contratação do experiente goleiro Lauro, de 35 anos, que estava no Lajeadense/RS. O arqueiro assinará contrato de apenas três meses.

Lauro chega ao Galo para suprir uma necessidade urgente no gol da equipe, já que Victor e Giovanni estão lesionados e Uilson falhou feio contra o Cruzeiro no domingo. Lauro vai atuar contra o Independiente del Valle/EQU (6/4) e diante do Melgar/PER (14/4).

Matheus Pereira na Juventus


NA ITÁLIA - A Juventus de Turim acertou a contratação do meia Matheus Pereira, de 18 anos, aquele que na final da Copa São Paulo de Juniores deu uma "cavadinha" contra o Flamengo, dando o título de presente ao Mengão.

O time italiano pagará em torno de 2 milhões de euros (cerca de R$ 8,2 milhões), mas a negociação pode chegar a 7 milhões de euros (R$ 28,7 milhões) caso o jogador alcance metas estabelecidas no contrato.

O lucro do Corinthians, segundo o site Uol, seria de apenas 5% dos direitos econômicos, ou seja, R$ 400 mil. E olha que Matheus está no Timão desde os 11 anos. A transferência só poderá ser formalizada no meio do ano, em nova janela.

Independente venceu últimos três confrontos contra o Paulista

Se for pelo retrospecto, o torcedor do Independente pode ficar um pouco mais otimista em relação ao jogo decisivo de amanhã contra o Paulista, às 20h, no Estádio Jayme Cintra, que pode definir o futuro do alvinegro dentro do Campeonato Paulista da Série A-2. Em caso de derrota, o time de Ivan Izzo estará matematicamente rebaixado para a A-3.

O Independente venceu os últimos três confrontos contra o Paulista. Na Copa Paulista de 2014, o Galo bateu o rival por 1 a 0, no Pradão, em 16/08, golaço do meia Lê. No returno em Jundiaí, em 21/09, nova vitória do alvinegro, desta vez por 3 a 2, gols de Júlio César (2) e Juninho. Esse resultado classificou o Independente para a segunda fase da competição.

Já na Série A-2 do ano passado, em razão da interdição do Pradão, o duelo válido pela primeira rodada foi realizado na Rua Javari. O Independente bateu o Paulista por 1 a 0, gol do lateral Alemão.

Paulista e Independente já se enfrentaram sete vezes na história no Jayme Cintra. O time da casa venceu dois confrontos, empatou três e perdeu duas vezes para o Galo. A outra vitória galista em Jundiaí aconteceu em 17/03/1991. Placar de 1 a 0, gol de Daniel.

Na A-2

O Paulista não tem um bom aproveitamento em casa nesta A-2. Dos 24 pontos que disputou, conquistou apenas 11 (45,8%). Dos oito jogos que foi mandante, venceu apenas três: 2 x 0 Atlético de Sorocaba, 1 x 0 Juventus e 3 x 0 Rio Branco. Foram dois empates, contra São Caetano (2 x 2) e Mirassol (1 x 1) e três derrotas para Bragantino (4 x 1), Portuguesa (2 x 1) e Velo Clube (2 x 1).

Já o Independente como visitante tem apenas duas vitórias (2 x 0 no Barretos e 1 x 0 no Marília). Foram outras seis derrotas para Taubaté (5 x 1), União Barbarense (4 x 2), Velo Clube (1 x 0), São Caetano (2 x 1), Portuguesa (3 x 2) e Guarani (1 x 0). Ou seja, disputou 24 pontos e só conquistou 6, um aproveitamento de 25%.

Confrontos em Jundiaí:

07/09/1989 - Paulista 1 x 0 Independente
16/08/1990 - Paulista 2 x 2 Independente
17/03/1991 - Paulista 0 x 1 Independente
23/08/1992 - Paulista 0 x 0 Independente
09/03/1994 - Paulista 2 x 2 Independente
16/09/2012 - Paulista 1 x 0 Independente
21/09/2014 - Paulista 2 x 3 Independente

Internacional chega a 100 vitórias no Limeirão neste Século 21

Contra o Rio Preto, quarta-feira passada, a Internacional completou 100 vitórias no Limeirão neste século 21. E foi em grande estilo, com o placar de 3 a 0.

Das 224 partidas que disputou no Major Levy desde 2001, o Leão empatou outras 51 e perdeu 73. Seu ataque marcou 315 gols e sua defesa sofreu 252.

A maior vítima da Internacional é o Nacional, que perdeu seis vezes no Limeirão neste século, a última por 1 a 0 nesta A-2. Flamengo de Guarulhos e Comercial foram derrotados cinco vezes, enquanto São Bento e Taubaté perderam quatro vezes cada um para o Leão em Limeira.

As 100 vitórias foram conquistadas contra 58 adversários diferentes. Para se ter uma ideia, 37 deles perderam uma única vez no Major Levy.

Vítimas da Inter no Limeirão neste século:
 
6 vitórias - Nacional

5 vitórias - Flamengo e Comercial

4 vitórias - São Bento e Taubaté 

3 vitórias - Portuguesa Santista, Matonense, São Carlos, XV de Piracicaba, Taquaritinga, Taboão da Serra e Itapirense

2 vitórias - Portuguesa, União São João, Ituano, Juventus, Velo Clube, Paulínia, Osasco, Batatais e Rio Preto

1 vitória - Botafogo, União Bandeirante/PR, São José, São Paulo, Rio Claro, Atlético de Sorocaba, Bandeirante, União Mogi, Palmeiras B, Força, Brasílis, Rádium, Palmeiras, Independente, Primeira Camisa, Desportivo Brasil, Sertãozinho, Barretos, Inter de Bebedouro, São Vicente, Votuporanguense, Guaçuano, Novorizontino, Joseense, Ferroviária, Monte Azul, São Bernardo, Água Santa, Noroeste, América, Red Bull, União Barbarense, Atibaia, Francana, Primavera, Tupã e São José FC.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Independente estreia em casa e Inter fora no Paulista Sub-15 e Sub-17

Internacional e Independente caíram no mesmo grupo no Campeonato Paulista das categorias Sub-15 e Sub-17. Os rivais enfrentarão Amparo, Ponte Preta, XV de Piracicaba, Rio Branco, Itapirense e União Barbarense no Grupo 4.

A competição, que terá início no dia 9 de abril e término em 26 de novembro, reunirá 66 times, que foram divididos em nove grupos. Na primeira fase as equipes jogarão entre si em turno e returno dentro do grupo.

Classificam-se para a segunda fase os três primeiros de cada grupo, além dos cinco melhores quartos colocados, independente do grupo. As 32 equipes serão divididas em oito grupos de quatro.

O Independente fará sua estreia em casa, diante da Itapirense, no dia 9 de abril. Já a Internacional encara o Amparo, no mesmo dia, fora de casa.

Vale lembrar que a categoria Sub-15 entra em campo primeiro, às 9h e logo em seguida, às 10h15, duelo pelo Sub-17. Os grupos e os adversários são os mesmos nas duas categorias.

Jogos da Internacional:
 
09/04 - Amparo x Internacional
16/04 - Internacional x XV de Piracicaba
23/04 - Ponte Preta x Internacional
30/04 - Internacional x Independente
07/05 - Rio Branco x Internacional
14/05 - Internacional x União Barbarense
21/05 - Itapirense x Internacional
28/05 - Internacional x Amparo
04/06 - XV de Piracicaba x Internacional
11/06 - Internacional x Ponte Preta
18/06 - Independente x Internacional
25/06 - Internacional x Rio Branco
02/07 - União Barbarense x Internacional
09/07 - Internacional x Itapirense

Jogos do Independente:
 
09/04 - Independente x Itapirense
16/04 - Rio Branco x Independente
23/04 - Independente x União Barbarense
30/04 - Internacional x Independente
07/05 - Independente x Amparo
14/05 - XV de Piracicaba x Independente
21/05 - Independente x Ponte Preta
28/05 - Itapirense x Independente
04/06 - Independente x Rio Branco
11/06 - União Barbarense x Independente
18/06 - Independente x Internacional
25/06 - Amparo x Independente
02/07 - Independente x XV de Piracicaba
09/07 - Ponte Preta x Independente

Capitão Giba rescinde contrato com a Inter de Limeira

O técnico João Vallim perdeu um importante líder para os dois jogos restantes da Série A-3, diante do Sertãozinho, amanhã às 20h, no Limeirão e frente ao Primavera, domingo às 10h, em Indaiatuba, que definirão o futuro da Internacional na divisão.

O volante Giba, capitão nos últimos jogos, decidiu rescindir seu contrato com o Leão para defender o Audax do Rio de Janeiro. Foram 22 jogos e 5 gols marcados em suas duas passagens pela Veterana - a primeira foi em 2013.

Crise no Palmeiras

CRISE - Apesar da forte pressão após quatro derrotas consecutivas, todas elas com Cuca, presidente Paulo Nobre garantiu hoje em entrevista coletiva, que Alexandre Mattos, o homem forte das contratações, não será demitido no Palmeiras. Prometeu reforços e garantiu que não há racha. 

Para dar mais tranquilidade aos jogadores, levou o elenco para Atibaia para se preparar para o duelo contra o Rio Claro, quinta-feira no Pacaembu, pelo Paulistão. Verdão está a 3 pontos da zona do rebaixamento.

Inter de Limeira pode escapar do rebaixamento já na quarta-feira

A Internacional tem uma situação mais tranquila perante aos concorrentes diretos pela sobrevivência na Série A-3, porém muito perigosa. O Leão depende apenas de suas próprias forças para não cair o que já é um ótimo negócio a duas rodadas do fim.

O alvinegro pode escapar da degola já na quarta-feira. Mas para isso, teria que vencer o Sertãozinho, às 20h, no Limeirão e ainda torcer pelas derrotas do São José para a Itapirense, em Itapira e do São José FC para o Catanduvense, no Vale do Paraíba. Além disso, o Primavera não poderia vencer o Noroeste, em Bauru.

Se essa combinação perfeita acontecer, a Inter chegaria aos 22 pontos, com sete vitórias e um saldo de gols positivo. Abaixo da Veterana, restando uma rodada para o fim, estariam seis equipes: o São José FC com 19 pontos (seis vitórias e um saldo no momento de -10), o São José com 19 pontos e cinco vitórias (não alcançaria a Inter neste primeiro critério de desempate), o Primavera com 17 ou 18, o Guaratinguetá com 16 ou 19 (poderia chegar aos 22 pontos, porém com apenas cinco vitórias), Fernandópolis 9 e Grêmio Barueri 0. Esses dois últimos já rebaixados.

O São José FC poderia até passar a Inter na última rodada, mas precisaria de um grande milagre. Ou seja, teria que golear o Nacional, na Capital e ainda torcer para o Leão perder de goleada em Indaiatuba, em razão do saldo de gols.

Agora, se essa combinação não acontecer, a Inter teria mais uma chance na última rodada, quando enfrenta o Primavera, domingo às 10h, em Indaiatuba.

Dos seus concorrentes diretos pela sobrevivência, apenas o São José jogaria em casa e contra o já rebaixado Fernandópolis. Aí que mora o perigo. O Guaratinguetá encara o Olímpia (jogo não seria no Pradão, pois Independente e Rio Branco jogarão no mesmo dia e horário); o São José FC vai ao Nicolau Alayon enfrentar o Nacional; o Noroeste pega o Atibaia, fora de casa, enquanto a Itapirense vai a Osasco pegar o Grêmio Osasco.

Para encarar o Sertãozinho na quarta-feira, técnico João Vallim terá time completo. O problema continua sendo a enorme lista de pendurados, com jogadores importantes como o lateral Malcon, o zagueiro Mário Paiva, os volantes Giba e Robério e o meia Zé Matheus.

Se perder em Jundiaí na quarta-feira, Independente estará rebaixado

O Independente não depende mais de suas próprias forças para escapar do temido rebaixamento para o Campeonato Paulista da Série A-3. O Galo terá que vencer seus dois compromissos restantes, contra Paulista, em Jundiaí e Rio Branco, no Pradão e ainda torcer para que Penapolense e Monte Azul não vençam seus dois jogos finais.

No fim de semana, dois resultados ajudaram o Galo, que na sexta-feira perdeu para o Guarani por 1 a 0, em Campinas, gol do meia Fumagalli em cobrança de pênalti aos 11 minutos do 2º tempo. O Marília perdeu em casa para o Mirassol por 3 a 1, enquanto o Barretos bateu o Paulista por 1 a 0.

O Independente ocupa a 17ª posição, com 16 pontos, na zona do rebaixamento. Para permanecer na Série A-2, primeiro terá que vencer o Paulista, que é o 14º com 18 pontos, quarta-feira às 20h, em Jundiaí e o Rio Branco, vice-lanterna com 14 pontos, domingo, às 10h, no Pradão.

Além disso, Penapolense (15º com 17) e Monte Azul (16º com 17) não poderiam vencer as duas partidas restantes. O time de Penápolis vai a Batatais na quarta-feira e fecha em casa com o Velo Clube, no domingo.

O Independente precisa que o Penapolense pelo menos empate um desses jogos. O Monte Azul recebe o São Caetano na quarta e na última rodada vai a Marília. Seria preciso que também o time de Monte Azul Paulista tropece em um deles.

Até a Portuguesa corre risco. Com a derrota para o Rio Branco por 2 a 0, em pleno Canindé, a Lusa permaneceu com 20 pontos, em 13º. A Lusa vai a Votuporanga na quarta-feira e fecha em casa com o Atlético Sorocaba, virtual rebaixado. Neste momento, o Galo ainda pode passar a Portuguesa em pontos.

Se o Independente empatar em Jundiaí, chegaria aos 17 pontos e teria que vencer o Rio Branco e ainda torcer por tropeços do Paulista que encara o Santo André, domingo no ABC, além de secar Monte Azul e Penapolense. A missão seria bem mais complicada.

Agora, se o Paulista vencer, o Independente estará matematicamente rebaixado para a Série A-3, com uma rodada de antecedência.

O Jayme Cintra deverá estar lotado. O Galo do Japi não terá o bom zagueiro Matheus, expulso ontem em Barretos. Já o Galo não terá o lateral Vinícius Bovi, com o terceiro amarelo. Por outro lado, Fabiano e Ricardo Oliveira retornam.

domingo, 27 de março de 2016

Seleção Olímpica do Brasil derrota a África do Sul em amistoso

Depois de decepcionar e perder para a Nigéria por 1 a 0, na última quinta-feira, em Cariacica (ES), a seleção brasileira olímpica se redimiu hoje e venceu a África do Sul por 3 a 1, em amistoso realizado no estádio Rei Pelé, em Maceió, nas Alagoas. 

Os gols foram marcados por Rodrigo Caio, Fabinho e Andreas Pereira. Mothiba descontou. 

Técnico Rogério Micale escalou: Ederson; Fabinho, Dória, Wallace (Rodrigo Elly) e Douglas Santos (Wendell); Rodrigo Caio (Rafinha), Matheus Sales e Felipe Anderson (Thiago Maia); Gabriel Jesus, Malcom e Luciano (Andreas Pereira).

Campeonato Paulista da Série A-1

12ª rodada:
Ferroviária 2 x 0 Oeste
Rio Claro 1 x 4 São Bernardo
Botafogo 1 x 1 Audax
Linense 5 x 0 Capivariano
Corinthians 1 x 0 Ituano
São Bento 1 x 0 XV de Piracicaba
Água Santa 4 x 1 Palmeiras
Santos 1 x 1 São Paulo
Red Bull 0 x 3 Ponte Preta
Mogi Mirim 0 x 3 Novorizontino

Próxima rodada:
30/3 - 15h - Água Santa x Ituano
30/3 - 17h - XV de Piracicaba x Botafogo
30/3 - 19h30 - Linense x São Paulo
30/3 - 19h30 - Oeste x Audax
30/3 - 19h30 - Capivariano x São Bento
30/3 - 21h45 - Corinthians x Ponte Preta
31/3 - 17h - São Bernardo x Mogi Mirim
31/3 - 20h30 - Palmeiras x Rio Claro
31/3 - 20h30 - Red Bull x Novorizontino
31/3 - 21h30 - Santos x Ferroviária

Classificação:

Grupo A:

1 São Bento 23
2 Santos 23
3 Linense 17
4 Oeste 12
5 Botafogo 12

Grupo B:
1 Ituano 18
2 Novorizontino 18
3 Ponte Preta 16
4 São Bernardo 16
5 Palmeiras 15

Grupo C:
1 São Paulo 18
2 Audax 18
3 Ferroviária 16
4 XV de Piracicaba 12
5 Capivariano 9

Grupo D:
1 Corinthians 29
2 Red Bull 19
3 Água Santa 15
4 Mogi Mirim 11
5 Rio Claro 9

Campeonato Paulista da Série A-2

17ª Rodada:
Atlético Sorocaba 0 x 1 Batatais
Guarani 1 x 0 Independente
Bragantino 3 x 2 Velo Clube
Votuporanguense 1 x 0 Juventus
São Caetano 0 x 2 União Barbarense
Marília 1 x 3 Mirassol
Taubaté 2 x 0 Santo André
Barretos 1 x 0 Paulista
Penapolense 3 x 0 Monte Azul
Portuguesa 0 x 2 Rio Branco

Próxima rodada:
28/3 - 19h - Atlético Sorocaba x Guarani
30/3 - 15h - Juventus x União Barbarense
30/3 - 15h - Monte Azul x São Caetano
30/3 - 15h - Votuporanguense x Portuguesa
30/3 - 20h - Batatais x Penapolense
30/3 - 20h - Rio Branco x Bragantino
30/3 - 20h - Paulista x Independente
30/3 - 20h - Velo Clube x Santo André
30/3 - 20h - Taubaté x Mirassol
30/3 - 20h - Barretos x Marília

Última rodada:
3/4 - 10h - São Caetano x Taubaté
3/4 - 10h - Mirassol x Batatais
3/4 - 10h - Penapolense x Velo Clube
3/4 - 10h - União Barbarense x Votuporanguense
3/4 - 10h - Portuguesa x Atlético Sorocaba
3/4 - 10h - Marília x Monte Azul
3/4 - 10h - Bragantino x Juventus
3/4 - 10h - Guarani x Barretos
3/4 - 10h - Santo André x Paulista
3/4 - 10h - Independente x Rio Branco

Classificação:

1 Bragantino 35
2 Mirassol 33
3 São Caetano 33
4 Taubaté 31
5 Batatais 30
6 União Barbarense 27
7 Guarani 27
8 Velo Clube 27

9 Barretos 26
10 Santo André 25
11 Votuporanguense 24
12 Juventus 21
13 Portuguesa 20
14 Paulista 18
15 Penapolense 17
16 Monte Azul 17
17 Independente 16
18 Marília 14
19 Rio Branco 14
20 Atlético Sorocaba 12 
  

Campeonato Paulista da Série A-3

17ª Rodada:
Grêmio Osasco 3 x 2 Internacional
Rio Preto 4 x 0 Itapirense
Primavera 1 x 1 Matonense
Noroeste 4 x 0 Fernandópolis
São José FC 2 x 3 Comercial
Catanduvense 1 x 2 Olímpia
Sertãozinho 4 x 0 Grêmio Barueri
Atibaia 1 x 1 Nacional
São José 2 x 1 Guaratinguetá
São Carlos 0 x 1 Flamengo

Próxima rodada:
29/3 - 18h - Rio Preto x Matonense
30/3 - 15h - Flamengo x Grêmio Osasco
30/3 - 19h - Itapirense x São José
30/3 - 19h - São Carlos x Nacional
30/3 - 20h - Internacional x Sertãozinho
30/3 - 20h - Olímpia x Comercial
30/3 - 20h - Grêmio Barueri x Atibaia
30/3 - 20h - São José FC x Catanduvense
30/3 - 20h - Noroeste x Primavera
30/3 - 20h30 - Fernandópolis x Guaratinguetá

Última rodada:
3/4 - 10h - Comercial x Rio Preto
3/4 - 10h - Catanduvense x Flamengo
3/4 - 10h - Guaratinguetá x Olímpia
3/4 - 10h - Sertãozinho x São Carlos
3/4 - 10h - Nacional x São José FC
3/4 - 10h - Matonense x Grêmio Barueri
3/4 - 10h - São José x Fernandópolis
3/4 - 10h - Grêmio Osasco x Itapirense
3/4 - 10h - Atibaia x Noroeste
3/4 - 10h - Primavera x Internacional

Classificação:

1 Flamengo 37
2 Rio Preto 34
3 Sertãozinho 33
4 Atibaia 33
5 São Carlos 31
6 Catanduvense 30
7 Nacional 29
8 Matonense 29

9 Grêmio Osasco 26
10 Comercial 23
11 Olímpia 23
12 Noroeste 21
13 Internacional 19
14 São José FC 19
15 São José 19
16 Itapirense 19
17 Primavera 17
18 Guaratinguetá 16
19 Fernandópolis 9
20 Grêmio Barueri 0

Dunga define o Brasil

Dunga definiu hoje o time do Brasil para enfrentar o Paraguai terça-feira, em Assunção, pela sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018. Nos lugares de David Luiz e Neymar, suspensos, entrarão Gil e Ricardo Oliveira, respectivamente. A defesa é o setor que causa mais preocupação ao treinador, já que as opções não são das mais confiáveis.

Minha coluna Pimba de hoje

Começo a acreditar que realmente a Arte da Bola deixará o Independente após a Série A-2. Não há mais clima para o trabalho ter sequência. A lua de mel com a torcida terminou e faz tempo. Apenas aqueles que foram na famosa festa seguem apoiando.

O Independente cometeu inúmeros erros nesta A-2 e pode pagar caro por isso. Se fôssemos numerar todos aqui não caberia nessa coluna. Mas rapidamente cito 10 deles: 

1) festa na hora errada, 2) "amigo" Jamelli, 3) elenco limitado ao extremo, 4) eu ao invés de nós, 5) muita prepotência e arrogância - principalmente nas redes sociais, deixando de lado e menosprezando as pessoas que ajudavam, 6) cravar que só teria uma vaga de acesso para a A-1, porque uma já era do Galo (meu Deus), 7) desdenhar a Série A-2 (essa foi fatal), 8) afirmar que manteve a base (essa dói), 9) contratações muito mal feitas mesmo e 10) culpar a imprensa. Tá bom?

Ainda existe a chance de o Independente não cair para a A-3, mas confesso, estou bastante pessimista, infelizmente. Quem sabe baixe o espírito da famosa "Batalha de Sertãozinho" nos jogadores e o alvinegro se salve. Estarei em Jundiaí na quarta-feira pelos 1020 AM e espero não narrar mais um rebaixamento do Galo, como narrei em 2008. Seria muito triste.


Por outro lado, meu amigo torcedor do Galo deixe seu fanatismo de lado e me responda com sinceridade: você acha que um time que perde 9 de 17 partidas, que só venceu dois jogos em casa, que tem a defesa mais vazada da competição e que vive inúmeros problemas internos merece permanecer na divisão? Seja sincero.

A partir do momento em que você passa a depender dos outros é sinal de que o insucesso está próximo. O Independente não depende mais apenas de suas forças para permanecer na A-2. 

Para começar, o Independente tem que torcer pelo Barretos hoje contra o Paulista. Em caso de vitória do Touro, o Galo precisará vencer em Jundiaí, na quarta-feira, para depender de uma vitória simples contra o Rio Branco na última rodada. Se o Galo do Japi somar ponto no Estádio Fortaleza aí complicou de vez.

Imagine só o Independente precisando vencer o Rio Branco no domingo para não cair e o Tigre não deixar. O técnico Andrezão, que subiu com o Galo para A-2 sendo auxiliar de Álvaro Gaia, pode rebaixar o time para A-3, pois assumiu o time de Americana. Seria difícil, pois ele têm uma linda história no Pradão.


Gostaria de isentar aqui o Dr Anivaldo Mattos. Esse sim é um poço de humildade. Reconhece os erros, nos atende bem e muitas vezes nos consulta. Uma pena que todos não sejam iguais a esse dirigente. Para você eu tiro o chapéu doutor.

Com todo respeito aos demais goleiros, mas não acredito que algum deles tenha feito tantos milagres pelo Independente como Marcelo Bonan. É impressionante. Estamos falando do maior goleiro da história do Galo.


Sou contra vandalismo. Não gosto de ver carros quebrados e muros pichados. Isso não adianta, pelo contrário, faz o jogador sentir ódio da torcida e consequentemente, do time. Foi mal!

A Inter por sua vez, perdeu ontem em Osasco por 3 a 2. Confesso, já esperava por esse tropeço, até pela qualidade do adversário, que precisava vencer para lutar pela classificação nas duas rodadas finais. Os dois gols em menos de 10 minutos mataram a Veterana.


Agora serão dois jogos em que a Inter tem condição de vencer. Recebe o Sertãozinho, quarta no Limeirão e vai a Indaiatuba no domingo contra o Primavera. Eu acho que a Inter não cai. Mas é apenas um palpite.

Justamente no ano em que o regulamento foi mudado e seis times passaram a cair, Galo e Leão se encontram em situação bastante delicada. Triste realidade!


Abraço ao leitor Bruno Nakamatsu que lembra que a Inter de Limeira tem dois ex-jogadores nas Eliminatórias da Copa do Mundo: Lucas Lima no Brasil e Rodrigo Tabata no Catar.

Gol de placa de Rogério Ceni. Disputou um amistoso em Sinop durante a semana e toda renda ele deu de presente ao time que o revelou.

Você compraria um boneco de Rogério Ceni por R$ 999? É o que está sendo cobrado pelo lance do centésimo gol do mito. Caro hein?

Você limeirense reparou que dificilmente temos um fim de semana de alegria com o nosso futebol profissional? Tá feia a coisa!

Independente perde para o Guarani e hoje torce pelo Barretos

O Independente se esforçou e lutou, mas foi derrotado pelo Guarani por 1 a 0, sexta-feira à noite no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Com a nona derrota em 17 jogos, o alvinegro permanece na zona do rebaixamento da Série A-2 e agora não depende mais de suas próprias forças para permanecer na divisão.

Hoje, às 10h, o Paulista enfrenta o Barretos, no Estádio Fortaleza. Se o time de Jundiaí vencer, chegará aos 21 pontos e abrirá 5 do Independente. Na quarta-feira os dois times se enfrentam no Jayme Cintra e o Galo pode ser rebaixado.

Agora, em caso de derrota do Paulista hoje, o Galo ultrapassaria o rival se vencesse na quarta-feira. Desta forma, dependeria apenas de uma vitória simples contra o Rio Branco, na última rodada no Pradão, para seguir na divisão. O Paulista fecha sua participação contra o Santo André, fora de casa.

O Penapolense recebe o Monte Azul, hoje às 10h, e em caso de vitória passará o Independente, chegando aos 17 pontos. Seria outro adversário que o Galo teria que torcer contra nas duas rodadas finais. A situação galista é preocupante.

Jogo

O Guarani mereceu a vitória. Foi melhor nos 90 minutos e se não fosse o goleiro Marcelo Bonan, o Independente fatalmente teria sido goleado, diante de quase dois mil torcedores.

Foi um verdadeiro bombardeio do alviverde no primeiro tempo. Logo aos 2 minutos, Douglas Parker cruzou da esquerda e Fumagalli, sozinho na pequena área, mergulhou, cabeceando à esquerda de Bonan.
Aos 6, o goleiro galista se esticou todo em seu canto direito para evitar o gol de Lennon, de fora da área. No lance, o arqueiro sentiu muita dor no dedo fraturado e precisou de atendimento médico.

Era uma finalização atrás da outra. Foi a partida em que mais a defesa galista foi exigida. O Galo deu seu primeiro chute a gol apenas aos 30 minutos, com Léo Aquino e ainda por cima, sem perigo.

Aos 32, o Independente por pouco não abriu o placar. No cruzamento da direita de Vinícius Bovi a defesa afastou mal e Felipinho mandou na trave, com curva.

A resposta bugrina veio aos 42, quando o lateral Matheus recuou errado. Gabriel saiu na cara do gol e bateu duas vezes. Em ambas Marcelo Bonan salvou de forma espetacular.

Aos 47, após uma indecisão do zagueiro Thiago e o goleiro Pegorari em um ataque galista, os dois companheiros de Guarani trocaram empurrões. O clima tava quente também no Bugre, que vinha de um empate sem gols contra o Juventus, em casa, e buscava a vitória para entrar no G-8.

O Guarani conseguiu seus três pontos no segundo tempo. Aos 3, Marcelo Bonan espalmou uma cobrança de falta fechada de Denis. Aos 4, viu o chute forte do lateral Eduardo passar muito próximo ao seu travessão e aos 6, fez um milagre no desvio de cabeça de João Paulo após escanteio cobrado por Denis.

De tanto insistir, o Bugre enfim, abriu o placar. Na jogada individual de Douglas Parker pela direita, o meia cortou Matheus Leal e cruzou para a área. O zagueiro André Pastor usou o braço para impedir. Em cima do lance o árbitro Douglas Marques das Flores assinalou a penalidade máxima. O interminável Fumagalli, sempre ele, cobrou no canto esquerdo de Marcelo Bonan para fazer 1 a 0. E olha que o goleiro acertou o lado e quase defendeu.

Aos 17 minutos, o Independente teve uma chance de ouro para empatar. No levantamento da esquerda o goleiro Pegorari saiu mal de sua meta e Eric Mamer, sozinho, bateu fraco, possibilitando a recuperação do arqueiro.

O Guarani passou a jogar nos contra-ataques, mas não executava boas jogadas. Já o Independente não tinha forças para empatar. Ivan Izzo ainda tentou melhorar a qualidade ofensiva com as entradas de Guilherme Turim e Romarinho, mas as alterações não surtiram efeito. O time da casa administrou os minutos finais e garantiu a vitória, que o coloca novamente no G-8.

Ficha Técnica

Guarani 1 x 0 Independente

 
Gol - Fumagalli, de pênalti, aos 11 minutos do 2º tempo.
Local - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas
Árbitro - Douglas Marques das Flores
Auxiliares - Leandro Fernandes Rodrigues e Ricardo Ferreira da Cruz
Público - 1.977
Renda - R$ 19.870,00
Guarani - Pegorari; Eduardo, Thiago Carpini, Léo Rigo e Denis Neves; João Paulo, Lennon, Watson, Fumagalli (Wesley) e Douglas Packer (João Vittor); Gabriel Rodrigues (Raí). Técnico - Pintado.
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Denner Gaúcho, André Pastor e Matheus Leal (Henrique Pangella); Pedro Navas, Cláudio Falcão, Felipinho e Léo Aquino (Romarinho); Aguilar (Guilherme Turim) e Eric Mamer. Técnico - Ivan Izzo.
Ocorrências - cartões amarelos para Vinícius Bovi (3º) e Aguilar (IN).

Grêmio Osasco supera a Inter de Limeira e vence por 3 a 2

*** Por Roberto Lucato

Depois de uma boa apresentação diante de sua torcida na última quarta-feira, a Internacional foi até a cidade de Osasco, ontem pela manhã, para cumprir seu 17º compromisso pelo Campeonato Paulista da Série A-3.

Mesmo fora da zona de rebaixamento, os comandados de João Valim sabiam da importância do jogo, mas foram surpreendidos logo aos quatro minutos. Depois de um cruzamento, o setor defensivo da Veterana bateu cabeça e não conseguiu interceptar, chegando a bola aos de Juca para fácil conclusão.

Mal deu tempo da equipe limeirense se recompor, eis que o lateral Willian carregou até a linha de fundo e mandou para a área. O zagueiro Mário Paiva fez a interceptação, porém, embora com o braço colado no corpo, o árbitro entendeu como corte faltoso e assinalou pênalti, convertido com precisão por Willian aos nove minutos.

O alvinegro, porém, não se abateu e, a partir dos 15 minutos, passou a marcar seus adversários no setor defensivo. As roubadas de bola eram frequentes e, aos 19, uma falta fora assinalada na lateral esquerda de ataque. Vinícius Pedalada mandou forte para a área e o zagueiro Téssio, mesmo com todo o congestionamento a sua frente, apareceu para cabecear e diminuir o marcador.

O gol devolveu a confiança a Internacional, que continuava a forçar na marcação, e mais chances foram criadas. Aos 27, em contra-ataque, Zé Matheus recebeu um cruzamento da esquerda e estava livre na pequena área. Na hora de concluir ele escorregou e o chute saiu torto.

O mesmo Zé Matheus, aos 30, quase empatou. Ao encontrar um buraco da defesa adversária ele experimentou e o goleiro Gabriel mandou à escanteio.

A última oportunidade surgiu aos 38 minutos, depois que Rubens foi até a linha de fundo e encontrou Wesley bem posicionado. Ele concluiu bem, mas o arqueiro novamente fez boa intervenção.

No segundo tempo a partida continuava eletrizante e a Internacional tentava o domínio das ações. Zé Matheus comandava o meio-campo, mas somente encontrava Smith para fazer as tabelas, porque Wesley jogava muito esticado pela esquerda e pouco produzia. Rubens e Robério também foram esforçados, mas o Osasco jogava com o resultado nas mãos e se preocupara mais em se defender, congestionamento a intermediária.

O técnico João Valim promoveu a entrada de Rodolfo depois de dez minutos e, aos 18, mandou Conrado entrar no lugar de Giba, que sairia contundido. Embora atuasse em um 4-3-3, Wesley continuava a destoar e perdia muitos passes.

Depois dos 30 minutos, de tanto correr, o time sentiu o cansaço como um todo, incluindo o lateral Malcon, que não reeditou suas boas exibições. Mais exposta, a Inter oferecia o contra-ataque, e aos 36 minutos sofreria o terceiro gol. Depois de um cruzamento de Willian, Klauber apareceu livre na área e apenas tocou para fazer 3 a 1, em nova falha.

O Leão desabou a partir daí, e somente conseguiria diminuir aos 47 depois de jogada individual de Rodolfo. Ele pedalou da direita para o meio e mandou um tiro forte, de canhota, para dar números finais ao espetáculo. O Leão volta a campo quarta-feira, enfrentando o Sertãozinho no Limeirão.

Grêmio Osasco 3 x 2 Internacional

Gols - Juca aos 4 e Willian aos 9 do 1º tempo e Klauber aos 36 do 2º tempo (OSA); Téssio aos 19 do 1º tempo e Rodolfo aos 47 do 2º tempo (IN)
Árbitro - Júnior César Lossávaro
Auxiliares - Rafael César Fernandes e Givanildo Oliveira Fellix
Público - 525
Renda - R$ 5.250,00
Grêmio Osasco - Gabriel; Mateus Azevedo, Bruno Leonardo, Hudson e Willian; Aex Silva, Borebi (Dieguinho), Juca (Bruno) e Klauber; Mateus Oliveira e José Eduardo (Téo). Técnico - Lucas Macorin.
Internacional - Diego; Vinícius Pedalada (Rodolfo), Mário Paiva, Téssio e Malcon; Giba (Conrado), Robério, Rubens e Zé Matheus; Smith e Wesley. Técnico - João Vallim.
Ocorrências - cartões amarelos para Diego (IN); Bruno Leandro e Téo (OSA)

sábado, 26 de março de 2016

Inter de Limeira perde em Osasco

Fim de jogo em Osasco:
Paulista da Série A-3:
Grêmio Osasco 3 x 2 Inter de Limeira
Gols - Juca aos 5, William (pênalti) aos 9 do 1º tempo e Clauber aos 37 do 2º tempo (OSA); Téssio aos 20 do 1º tempo e Rodolfo aos 46 do 2º tempo (IN)
Leão segue em 12º lugar, com 19 pontos, mas pode voltar para a zona do rebaixamento dependendo dos resultados da rodada.
Restam apenas duas rodadas para o fim da competição.
A Inter terá o Sertãozinho, quarta-feira no Limeirão e o Primavera, domingo em Indaiatuba.

Vandalismo no Pradão após nova derrota do Independente na Série A-2


VANDALISMO - A derrota do Independente para o Guarani por 1 a 0, ontem à noite em Campinas pela Série A-2, causou revolta e aproximadamente 15 torcedores invadiram o estacionamento do Pradão e danificaram automóveis dos jogadores e de um outro funcionário. Além disso, os muros do estádio, pelo lado de fora, foram pichados.



Frases como "elenco de bezinha", "diretoria de merda" e "acabou a paz" foram escritas. O caso foi registrado no plantão policial de Limeira como dano e ameaça. Alguns torcedores já teriam sido identificados. Fotos de Naldo Dias.

Tabu amanhã na Vila Belmiro

TABU - O São Paulo encara um tabu neste domingo na Vila Belmiro. Já são sete anos sem vitórias no alçapão santista. O último triunfo foi em outubro de 2009 pelo Campeonato Brasileiro. De lá para cá, foram 10 jogos no estádio, com sete vitórias do Santos e três empates. Os dois times estão bastante desfalcados para o clássico válido pelo Paulistão.

Dunga chama Felipe e Gabigol

O técnico Dunga convocou o zagueiro Felipe, do Corinthians, e o atacante Gabigol (foto), do Santos, para os lugares de David Luiz e Neymar, que, suspensos, não enfrentarão o Paraguai na próxima terça-feira, em Assunção. Ontem o Brasil empatou com o Uruguai por 2 a 2, na Arena Pernambuco.

Galo perde para o Guarani

Fim de jogo no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas:
Paulista da Série A-2:
Guarani 1 x 0 Independente
Gol - Fumagalli, de pênalti, aos 11 do segundo tempo.
Pênalti cometido por André Pastor aconteceu. Cortou cruzamento de Douglas Parker com o braço.
Público - 1.977
Renda - R$ 19.870,00
Galo segue na zona do rebaixamento com 16 pontos, em 16 lugar
Restam apenas dois jogos para o fim e a situação do Galo é dramática.
Quarta, 20h - Paulista X Independente
Na ultima rodada: Independente X Rio Branco.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Pela sobrevivência na A-2, Independente encara Guarani em Campinas

Ganhar para se manter vivo. Este é o objetivo do Independente na noite de hoje, às 20h, contra o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-2.

O confronto terá a transmissão pelos 1020 AM da Educadora/Gazeta de Limeira com Edmar Ferreira, Denis Suidedos e Tatinha Casagrande. No comando da jornada, Roberto Lucato.

O empate sem gols contra o Votuporanguense, na última terça-feira no Pradão, não agradou a ninguém. Com ele, o Galo se manteve na zona de rebaixamento, ocupando a 16ª posição, com 16 pontos, estando a dois do Paulista, primeiro time que hoje escaparia da degola.

Acompanham o Galo na zona do rebaixamento neste momento: Monte Azul (17), Penapolense (14), Marília (14), Atlético de Sorocaba (12) e Rio Branco (11). Restam apenas três rodadas para o fim. O alvinegro terá na sequência Paulista, em Jundiaí e Rio Branco, no Pradão. 

Para a montagem do time titular para esta noite, Ivan Izzo terá dois problemas por ordem de suspensão. Com três cartões amarelos, Fabiano e Ricardo Oliveira não atuam.

Na vaga do volante, Jordy Guerreiro deve ser o escolhido. Já no ataque, Éric Mamer e Felipinho disputam uma vaga. Outro atacante, Americano, retorna de suspensão e ficará a disposição no banco de reservas.

Entre os pendurados estão os volantes Cláudio Falcão e Jordy Guerreiro, os arqueiros Marcelo Bonan e José Guilherme, o meia Romarinho, o zagueiro Denner Gaúcho, além do lateral direito Vinícius Bovi.

O Galo venceu apenas duas partidas como visitante nesta A-2: 2 x 0 em Barretos e 1 x 0 em Marília. Foram outras cinco derrotas, para Taubaté (5 x 1), União Barbarense (4 x 2), Velo Clube (1 x 0), São Caetano (2 x 1) e Portuguesa (3 x 2).

Os comandados do técnico Pintado por sua vez, empataram no último compromisso, em casa, contra o Juventus, em 0 a 0. Na oportunidade o Brinco de Ouro recebeu 3.199 torcedores. O Bugre começou a rodada fora da zona de rebaixamento, com 24 pontos, em nono lugar.

O Bugre disputou oito jogos até agora no Brinco de Ouro. Foram três vitórias (2 x 0 Batatais, 1 x 0 Votuporanguense e 3 x 1 Portuguesa), quatro empates (1 x 1 Taubaté, 0 x 0 Bragantino, 1 x 1 Rio Branco e 0 x 0 Juventus) e apenas uma derrota (1 x 0 Paulista).

Será apenas a segunda vez que o Independente jogará no Brinco de Ouro da Princesa. Na Copa Paulista de 2005, em 14/08, o alvinegro perdeu para o Bugre por 3 a 0, gols de Fábio Júnior, William e Éder.

Já na Série A-2 do ano passado, o Independente era o mandante, mas jogou no Décio Vitta contra o Guarani. Com gols de Malaquias e Nunes, o time campineiro venceu por 2 a 0.

Ficha Técnica

Guarani x Independente

 
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Denner, André Pastor e Matheus Leal; Jordy Guerreiro, Cláudio Falcão, Romarinho e Léo Aquino; Éric Mamer (Felipinho) e Aguilar (Americano). Técnico - Ivan Izzo.
Guarani - Pegorari; Eduardo, Carpini, Léo Rigo e Mário Sérgio; Diego Silva, Lenon, Douglas Packer (João Víttor) e Fumagalli; Lorran e Rai. Técnico - Pintado.
Árbitro - Douglas Marques das Flores
Auxiliares - Leandro Fernandes Rodrigues e Ricardo Ferreira da Cruz
Local - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 20h.

João Vallim preocupado com os seis pendurados na Inter

A Inter entra em campo amanhã para enfrentar o Grêmio Osasco, pela 17ª rodada do Campeonato Paulista da Série A-3. O jogo, que terá a transmissão da Rádio Educadora 1020 AM com Léo Mendes, Dr Roberto Lucato e João Vitor Fedato, está marcado para as 10h, no Estádio José Liberatti, em Osasco. É mais uma partida decisiva para o alvinegro.

Ocupando a 12ª posição, com 19 pontos, a Inter está motivada após derrotar o bom time do Rio Preto por 3 a 0, quarta-feira no Limeirão. O problema é que apenas um ponto separa o Leão do Noroeste, primeiro time que hoje estaria rebaixado para a última divisão do futebol paulista.

O Osasco por sua vez, vem de suas derrotas seguidas em casa, para Sertãozinho (3 x 1) e São Carlos (2 x 1), que fizeram o time deixar o G-8. Com 23 pontos, o time ocupa a 9ª colocação, estando a cinco pontos da Matonense, oitava colocada.

Ou seja, só a vitória interessa ao time da casa, que na quarta-feira empatou com o Primavera, em Indaiatuba, por 1 a 1.

Na Inter, o técnico João Vallim terá time completo. O zagueiro Mário Paiva, que deixou a partida no segundo tempo lesionado, não será problema. Desta forma, o time será o mesmo de quarta-feira.

A grande preocupação do treinador leonino é o número de jogadores pendurados: seis. Entram em campo hoje com dois cartões amarelos: Malcon, Mário Paiva, Diego Gaúcho, Robério, Giba e Zé Matheus. Em caso de suspensão, não poderão atuar na quarta-feira contra o Sertãozinho, no Limeirão.

Como visitante nesta A-3, a Inter só venceu a Matonense (1 x 0) e o Grêmio Barueri (3 x 1). Foram quatro derrotas para Flamengo (3 x 2), Itapirense (1 x 0), Olímpia (2 x 1) e Fernandópolis (4 x 2), além do empate com o Guaratinguetá (1 x 1).

A provável Inter para amanhã: Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva, Téssio e Malcon; Robério, Giba, Rubens e Zé Matheus; Wesley e Smith.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Bonecos de Rogério Ceni


O Mito Rogério Ceni esteve hoje no CT da Barra Funda para lançar dois bonecos que retratam dois dos mais importantes momentos da vitoriosa carreira do goleiro: o gol 100, marcado diante do Corinthians, e uma defesa feita na decisão do mundial de clubes da Fifa, em 2005, contra o Liverpool. 

O boneco que retrata a defesa na final de 2005, em falta cobrada por Gerrard, tem 17 centímetros e custa R$ 199. Já o maior, de 34 centímetros, custa R$ 999 e será limitada a cinco mil unidades.

Manu Ginóbili vem ao Rio de Janeiro

Bom para as Olimpíadas, ruim para o Brasil. A Confederação Argentina de Basquetebol confirmou a disponibilidade do craque do San Antonio Spurs, Manu Ginóbili, em defender a seleção nos Jogos do Rio de Janeiro. Fora do Mundial da Espanha, em 2014, por conta de uma lesão, o craque reconsiderou a ideia de ser aposentar da seleção e estará presente na lista do técnico Sergio Hernández.

Morre Johan Cruyff


PERDA - O ídolo holandês Johan Cruyff morreu hoje aos 68 anos. Ele lutava contra um câncer de pulmão. A doença havia sido diagnosticada em outubro de 2015. Cruyff foi o grande expoente da seleção holandesa que assombrou o mundo com sua maneira diferente de jogar futebol no Mundial de 1974. 

O meia-atacante conquistou com o Ajax três vezes seguidas a antiga Copa dos Campeões da Europa e seis vezes o Campeonato Holandês, entre as décadas de 1960 e 1970. Também atuou pelo Barcelona.

Inter vence Rio Preto com propriedade e segue fora da zona da degola da A-3

Ai se a Internacional jogasse sempre assim. Que espetáculo que seria. A importante e merecida vitória contra o Rio Preto, ontem à noite, no Limeirão por 3 a 0, serviu para acalmar o ânimo dos torcedores após duas derrotas consecutivas e faz o Leão sonhar com a permanência na Série A-3.

Restam três rodadas para o fim e a Inter terá Grêmio Osasco e Primavera, fora de casa e apenas o Sertãozinho no Major Levy. Três adversários dificílimos.

O Rio Preto causava um certo medo na torcida. Vice-líder, com 31 pontos, o time tinha no banco de reservas um velho conhecido da torcida: o técnico Betão Alcântara. Aliás, o treinador foi duramente hostilizado pelos poucos torcedores presentes ao Major Levy - foram 201.

Sem o artilheiro Ermínio (11 gols) e seu companheiro de ataque Jonatas Obina, ambos suspensos, o Rio Preto perdeu sua força ofensiva. Já a Internacional entrou modificada, com Giba no meio de campo e Smith no ataque.

O primeiro tempo foi de pouca emoção. Precisando vencer, a Inter procurou mais o gol. Com Mário Paiva no jogo aéreo, criou duas boas chances. Na melhor oportunidade aos 40, outro escanteio cobrado por Vinícius Pedalada, que terminou na bela defesa de Juliano após cabeceio de Rubens.

O segundo tempo foi do jeito que João Vallim planejava. Uma Inter ofensiva em busca dos três pontos. O caminho da vitória começou a ser construído aos 5 minutos, quando Zé Matheus tabelou com Smith, invadiu a área pela direita e mandou cruzado, sem chances para Juliano: 1 a 0.

Com o goleiro Diego firme em sua meta e mostrando segurança nas saídas do gol, a Inter esperou o momento certo para ampliar. Aos 21, após um lançamento primoroso de Vinícius Pedalada, Zé Matheus, em condição, saiu na cara do gol e com maestria tocou por baixo do goleiro, fazendo 2 a 0. Terceiro gol do meia em 15 jogos pelo Leão.

O gol deu uma enorme tranquilidade aos torcedores, que voltaram a ficar apreensivos com a saída do xerife Mário Paiva, contundido. Diego Gaúcho, que ainda não está 100%, jogou no sacrifício.

Aos 39, em nova jogada individual de Zé Matheus, o meia por pouco não marcou seu terceiro gol na partida. Já aos 48, em cobrança de escanteio de Vinícius Pedalada pela esquerda, Diego Gaúcho estufou a rede na pequena área: 3 a 0. Primeiro gol do becão em sete jogos pelo alvinegro.

A Inter está em 12º lugar, com 19 pontos, um a mais que o Noroeste, primeiro que hoje seria rebaixado. No sábado, às 10h, o Leão encara o Osasco, fora de casa.

Ficha Técnica 

Internacional 3 x 0 Rio Preto

 
Gols - Zé Matheus aos 5 e aos 21 e Diego Gaúcho aos 48 do 2º tempo (IN)
Local - Limeirão
Árbitro - Dermival Benedito Gomes
Auxiliares - Márcio Jacob e Marcelo Rodrigues da Silva
Público - 201
Renda - R$ 2.120,00
Internacional - Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva (Diego Gaúcho), Téssio e Malcon; Robério, Giba, Rubens (Gustavo) e Zé Matheus; Smith e Wesley (Rodolfo). Técnico - João Vallim.
Rio Preto - Juliano; Caio César, Éder Baiano, Fabão (Giovanni) e Marcelo Villela; Zé Fortes (Édipo), Felipe Manoel, Wendel e Jonatas; Dudu (Eliomar Bombinha) e Washington. Técnico - Betão Alcântara.
Ocorrências - cartões amarelos para Vinícius Pedalada e Giba (IN); Fabão, Felipe Manoel e Eliomar Bombinha (RP).

Aproveitamento do Independente no Pradão é de apenas 37% na A-2

Três goleadas sofridas por 4 a 1 e quatro empates - três deles por 0 a 0. Como um time consegue se manter num campeonato em que caem seis times com uma campanha dessa? O Independente vive uma situação dramática dentro da Série A-2 e corre um sério risco de voltar para a Série A-3, divisão da qual foi vice-campeão em 2014.

Dos nove jogos disputados no Pradão este ano, o Independente venceu apenas Juventus e Penapolense, ambos por 2 a 0. Curiosamente, logo após a chegada do técnico Ivan Izzo.

Foram três derrotas acachapantes para Batatais, Bragantino e Mirassol, todas por 4 a 1. Um empate desastroso contra o Monte Azul na segunda rodada - esses dois pontos perdidos estão fazendo muita falta por se tratar de dois concorrentes diretos pela sobrevivência na divisão.

Sem contar os três empates sem gols contra Atlético de Sorocaba, Santo André e Votuporanguense, partidas em que era possível vencer.

Dos 27 pontos disputados em casa, o Independente conquistou apenas 10, ou seja, deixou escapar 17 pontos. Perder ponto em casa é fatal, ainda mais numa competição tão acirrada como a Série A-2. O aproveitamento do Galo como mandante é de apenas 37%.

Amanhã o Independente disputa o seu jogo mais difícil da temporada. Encara o Guarani, às 20h, em Campinas. Será apenas a segunda vez que o Galo jogará no Brinco de Ouro da Princesa.

Na Copa Paulista de 2005, em 14/08, o alvinegro perdeu para o Bugre por 3 a 0, gols de Fábio Júnior, William e Éder.

Já na Série A-2 do ano passado, o Independente era o mandante, mas jogou no Décio Vitta contra o Guarani. Com gols de Malaquias e Nunes, o time campineiro venceu por 2 a 0.

Para esta partida o técnico Ivan Izzo não poderá contar com o volante Fabiano, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Já o meia Diogo segue entre ao Departamento Médico com uma lesão no joelho.

Independente no Pradão:
 
1 x 1 Monte Azul
1 x 4 Batatais
2 x 0 Juventus
2 x 0 Penapolense
1 x 4 Bragantino
0 x 0 Santo André
0 x 0 A.Sorocaba
1 x 4 Mirassol
0 x 0 Votuporanguense

quarta-feira, 23 de março de 2016

Campeonato Paulista da Série A-2

16ª Rodada:
Bragantino 2 x 0 Atlético Sorocaba
União Barbarense 1 x 1 Batatais
Independente 0 x 0 Votuporanguense
Guarani 0 x 0 Juventus
Monte Azul 1 x 2 Taubaté
Santo André 1 x 0 Barretos
Portuguesa 1 x 2 São Caetano
Paulista 3 x 0 Rio Branco
Velo Clube 1 x 0 Marília
Mirassol 1 x 0 Penapolense

Próxima rodada:
25/3 - 20h - Atlético Sorocaba x Batatais
25/3 - 20h - Guarani x Independente
26/3 - 10h30 - Bragantino x Velo Clube
26/3 - 15h - Votuporanguense x Juventus
26/3 - 16h - São Caetano x União Barbarense
26/3 - 19h - Marília x Mirassol
27/3 - 10h - Taubaté x Santo André
27/3 - 10h - Barretos x Paulista
27/3 - 10h - Penapolense x Monte Azul
27/3 - 16h - Portuguesa x Rio Branco

Classificação:

1 São Caetano 33
2 Bragantino 32
3 Mirassol 30
4 Taubaté 28
5 Batatais 27
6 Velo Clube 27
7 Santo André 25
8 União Barbarense 24

9 Guarani 24
10 Barretos 23
11 Votuporanguense 21
12 Juventus 21
13 Portuguesa 20
14 Paulista 18
15 Monte Azul 17
16 Independente 16
17 Penapolense 14
18 Marília 14
19 Atlético Sorocaba 12
20 Rio Branco 11

Inter dá show no Rio Preto

Fim de jogo no Limeirão:
Paulista da Série A-3:
Inter 3 x 0 Rio Preto
Gols - Zé Matheus aos 5 e aos 21 e Diego Gaúcho aos 48, todos no segundo tempo. Show de bola.
Público - 201
Renda - R$ 2.120,00
Inter pula para a 12 posição, com 19 pontos, um a mais que o Noroeste, primeiro que cairia e a 9 pontos da Matonense, oitavo colocado.
Restam mais três jogos: Osasco e Primavera, fora e Sertãozinho em casa. Ah se não tivesse perdido em Fernandópolis.
Sábado, 10h - Osasco X Inter
Pimbaaaaaaa!

Campeonato Paulista da Série A-3

16ª Rodada:
Guaratinguetá 2 x 2 Noroeste
Primavera 1 x 1 Grêmio Osasco
Nacional 1 x 0 Olímpia
Matonense 3 x 0 São Carlos
Itapirense 0 x 1 Sertãozinho
Internacional 3 x 0 Rio Preto
Grêmio Barueri 0 x 1 São José FC
Comercial 2 x 0 Atibaia
Fernandópolis 0 x 1 Catanduvense
Hoje - São José x Flamengo

Próxima rodada:
26/3 - 10h - Grêmio Osasco x Internacional
26/3 - 15h - Rio Preto x Itapirense
26/3 - 15h - Primavera x Matonense
26/3 - 16h - Noroeste x Fernandópolis
26/3 - 17h - São José FC x Comercial
27/3 - 10h - Catanduvense x Olímpia
27/3 - 10h - Sertãozinho x Grêmio Barueri
27/3 - 15h - Atibaia x Nacional
27/3 - 16h - São José x Guaratinguetá
27/3 - 17h - São Carlos x Flamengo

Classificação:

1 Atibaia 32
2 Rio Preto 31
3 São Carlos 31
4 Flamengo 31
5 Sertãozinho 30
6 Catanduvense 30
7 Nacional 28
8 Matonense 28

9 Grêmio Osasco 23
10 Comercial 20
11 Olímpia 20
12 Internacional 19
13 São José FC 19
14 Itapirense 19
15 Noroeste 18
16 São José 16
17 Primavera 16
18 Guaratinguetá 16
19 Fernandópolis 9
20 Grêmio Barueri 0

Cai o ministro do Esporte

Faltando cinco meses para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, George Hilton deixou o cargo de ministro do Esporte. O anúncio foi feito hoje por Jaques Wagner, chefe do Gabinete Pessoal da presidente Dilma Rousseff. A queda ocorre cinco dias depois de Hilton ter trocado o Partido Republicano Brasileiro (PRB) pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS). De acordo com Jaques Wagner, o substituto deve ser Ricardo Leyser, secretário de alto rendimento do ministério.

15 anos de Winner/Limeira


HÁ 15 ANOS - Em 23 de março de 2001, a Winner/Limeira disputava seu primeiro jogo oficial. Vencia o Cerquilho, fora de casa, por 76 x 60 pelo Campeonato da Associação Regional de Basquete.

E ao longo desses 15 anos, foram 820 partidas oficiais, 497 vitórias, 323 derrotas, dois títulos paulistas, um título da Copa EPTV e um da Liga do Oscar, sem contar os inúmeros troféus em Jogos Regionais e Abertos.

Hoje o time está sem atividade, mas com muito otimismo para retornar em 2017. Toda essa linda história você confere no livro que escrevi. Não deixe de ter o seu. Não é porque fui eu que escrevi, mas vale muito a pena!

João Vallim muda Inter para tentar vencer o Rio Preto no Limeirão

Vindo de duas derrotas seguidas no Campeonato Paulista da Série A-3, a Internacional encara o vice-lider Rio Preto, do técnico Betão Alcantâra, hoje às 20h, no Limeirão. Ouça pelos 1020 AM da Rádio Educadora, com Edmar Ferreira, Naldo Dias e César Roberto.

Para o time leonino não resta outro resultado a não ser a vitória, afinal de contas, um tropeço poderá levá-lo para a zona de rebaixamento. Na última rodada o Leão foi goleado pelo Fernandópolis por 4 a 2.
Situação contrária vive o adversário da Veterana, dono de uma bela campanha no certame. O Rio Preto venceu em casa o São José por 3 a 1 na rodada passada e ostenta a segunda posição, com 31 pontos.

O time do técnico João Valim, com 16 pontos ganhos, ocupa a 14ª posição na classificação. Três serão as alterações no time leonino. Na zaga, Téssio, que cumpriu a suspensão pelo terceiro cartão amarelo, volta no lugar de Diego Gaúcho. No meio de campo, Léo deixa o time para a entrada do volante Giba. Já no ataque, Smith ocupará a vaga do centroavante Conrado. O objetivo é fortalecer a marcação.

Desfalcado

O Rio Preto terá três importantes desfalques para o duelo. O volante Wanderson e os atacantes Jonatas Obina e Ermínio (artilheiro da competição com 11 gols) estão suspensos. Por outro lado, os zagueiros Márcio Garcia e Caio César retornam de suspensão.

O Rio Preto ocupa a segunda colocação na Série A-3, com 31 pontos, um a menos que o líder Atibaia. Em 15 jogos, venceu 10, empatou 1 e perdeu 4. Seu ataque marcou 25 gols (um dos melhores da divisão) e sua defesa sofreu 8 (é a menos vazada). Tem 68,9% de aproveitamento.

Será a nona partida do Rio Preto como visitante nesta competição. Foram cinco vitórias (1 x 0 Fernandópolis, 1 x 0 Primavera, 3 x 1 Atibaia, 2 x 0 São José e 2 x 0 Noroeste), um empate (0 x 0 Grêmio Osasco) e duas derrotas (1 x 0 Sertãozinho e 1 x 0 Flamengo).

Inter e Rio Preto já se enfrentaram 8 vezes em Limeira. Foram seis vitórias leoninas e apenas duas do Jacaré. O Leão marcou 14 gols e sofreu 5 nesses duelos.

O último confronto no Limeirão aconteceu no dia 26/04/2014, pelo quadrangular final da Série A-3. A Inter venceu por 1 a 0, gol do zagueiro Júnior Goiano. Na A-3 do ano passado, a Inter foi a Rio Preto e venceu o time da casa por 2 a 0, gols de Pablo e Murilo Henrique.

O atual técnico do Rio Preto é Betão Alcântara, que no ano passado comandou a Inter em 44 jogos. Foram 16 vitórias, 13 empates, 15 derrotas, 44 gols pró e 52 gols contra. Dos 132 pontos que disputou pela Veterana, conquistou 61, um aproveitamento de 46,2%.

Internacional x Rio Preto

Internacional - Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva, Téssio e Malcon; Giba, Robério, Rubens e Zé Mateus; Wesley e Smith. Técnico - João Vallim.
Rio Preto - Juliano; Wendell, Caio César, Fabão e Marcelo Vilella; Zé Forte, Régis Pitbull e Felipe Manoel; Dudu, Édipo e Washington (Elionar Bombinha). Técnico - Betão Alcântara.
Árbitro - Dermival Benedito Gomes
Assistentes - Marcio Jacob e Marcelo Rodrigues da Silva
Local - Limeirão, 20h.

Confrontos em Limeira:

31/07/1949 - Internacional 2 x 1 Rio Preto
28/08/1960 - Internacional 5 x 1 Rio Preto
22/02/1976 - Internacional 0 x 1 Rio Preto
08/03/1995 - Internacional 1 x 0 Rio Preto
12/07/1995 - Internacional 3 x 1 Rio Preto
31/03/1996 - Internacional 2 x 0 Rio Preto
22/03/2014 - Internacional 0 x 1 Rio Preto
26/04/2014 - Internacional 1 x 0 Rio Preto

Independente só empata com Votuporanguense e vê Série A-3 ficar ainda mais próxima


A palavra "incompetência" muitas vezes machuca, mas encaixa perfeitamente naquilo que foi a apresentação do Independente ontem à noite no Pradão, diante de apenas 211 pagantes. O Galo não conseguiu vencer o limitado, porém esforçado Votuporanguense e com o empate sem gols, viu a Série A-3 ficar ainda mais próxima. Triste realidade.

Restam apenas três rodadas para o fim desta fase e o alvinegro segue na zona do rebaixamento. Para piorar, seus adversários diretos jogam hoje. Agora serão dois jogos fora de casa contra Guarani, sexta-feira em Campinas e Paulista, quarta-feira que vem em Jundiaí. Na última rodada receberá o Rio Branco, no Pradão.

O Independente errou muitos passes, criou pouco e nas raras oportunidades que teve para vencer, falhou e falhou feio. E justamente no dia em que a defesa galista, que já tomou 28 gols, foi perfeita e não foi vazada. Para se ter uma ideia, André Pastor foi o melhor em campo.

Sem Americano suspenso, Ivan Izzo, que pela primeira vez comandou o time do banco de reservas após a rescisão do ex-técnico Jamelli ser assinada, escalou Aguilar, sacando Eric Mamer.

Sem Diogo, vetado com uma lesão no joelho, coube ao rapidinho Léo Aquino armar o time. O baixinho mandou bem, mas não contou com a colaboração de Romarinho, bastante apagado na partida.

Logo aos 5 minutos, o Independente quase abriu o placar. Ricardo Oliveira recebeu de Léo Aquino, nas costas de Janílson, mas finalizou na rede pelo lado de fora.

O Galo não conseguia abrir o placar e a paciência do torcedor ia acabando. A revolta aumentou aos 38, quando Aguilar recebeu na área e, livre de marcação, apenas com o goleiro a sua frente, errou o chute, bisonhamente.



O CAV apostava no centroavante Dairo, ex-Independente. Mas o goleador, autor de 13 gols com a camisa do Galo, foi bem marcado e pouco produziu. No intervalo o goleiro Marcelo Bonan disse ao repórter Denis Suidedos. "Combinamos de entrar para uma decisão, mas não entramos".

O segundo tempo foi de testar ainda mais a paciência do galista. Uma enxurrada de passes errados e de "incompetência". Aos 25, o desespero aumentou e o medo de rebaixamento acompanhou. Cláudio Falcão deixou Ricardo Oliveira na cara do gol e o atacante, inacreditavelmente, finalizou para fora na saída do goleiro Ricardo.

As entradas de Guilherme Turim e Eric Mamer melhoraram o rendimento ofensivo do Independente, mas o gol não saia. Aos 45 teve até um "falso Pimba" nos 1020 AM, quando Turim aproveitou uma sobra na área após um chute de Cláudio Falcão e arrematou na rede pelo lado de fora. Não foi apenas o narrador que gritou o gol. O torcedor também foi traído no lance e com o apito final, saiu decepcionado com o empate.

Independente 0 x 0 Votuporanguense

Local - Pradão
Árbitro - Flávio Rodrigues Guerra
Auxiliares - Leandro Almeida dos Santos e Leonardo Tadeu Pedro.
Público - 211 pagantes
Renda - R$ 2.690,00
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, André Pastor, Denner e Matheus Leal; Fabiano, Cláudio Falcão, Romarinho (Felipinho) e Léo Aquino; Ricardo Oliveira (Eric Mamer) e Aguilar (Guilherme Turim). Técnico - Ivan Izzo.
Votuporanguense - Ricardo; Afonso, Paulo Henrique, Alex Moraes e Janílson; Xaves, Amoroso (Jean Natal), Rafael Mineiro (Léo) e Tufa; Dairo (Vitor Xavier) e André Luiz. Técnico - Fahel Júnior.
Ocorrências - cartões amarelos para André Pastor, Fabiano (3º) e Ricardo Oliveira (IN); Janílson (CAV).

terça-feira, 22 de março de 2016

Independente decepciona e empata com o Votuporanguense

Final de jogo no Pradão:
Paulista da Série A-2:
Independente 0 x 0 Votuporanguense
Público - 211
Renda - R$ 2.690
Situação passa a ser dramática. Perigo de queda para A-3 existe.
Torcida protestou muito após o jogo.
Galo segue na zona do rebaixamento com 16 pontos em 16 lugar
Restam apenas três jogos: Guarani e Paulista fora e Rio Branco em casa.
Sexta, 20h - Guarani X Independente.

Numeração do Brasil nas Eliminatórias


DEFINIDA - CBF divulga numeração dos jogadores da Seleção Brasileira para os confrontos contra Uruguai, sexta-feira na Arena Pernambuco e Paraguai, dia 29, em Assunção, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Itaquerão na mira da Lava Jato

E AGORA? O Itaquerão entrou oficialmente na mira da Lava Jato. A 26ª etapa da operação, iniciada hoje, que concentra esforços na apuração de um esquema profissional de pagamento de propinas pela Odebrecht, encontrou repasses irregulares de dinheiro para a diretoria que cuidava da obra do estádio do Corinthians.

Júlio Baptista no Orlando City

NOS EUA - Revelados pelo São Paulo no início dos anos 2000, Kaká e Júlio Baptista jogarão juntos novamente. O ex-meia do Cruzeiro, de 34 anos, acertou com o Orlando City e vai defender a equipe da Flórida (EUA) na Major League Soccer. Júlio Baptista estava sem clube desde de dezembro do ano passado, quando deixou a Raposa.

Goleiro Marcelo Bonan, do Independente, sofre fratura

FRATURA - mais uma notícia ruim para o Independente. Foi constatada uma fratura em um dos dedos da mão direita de Marcelo Bonan. O goleiro pode desfalcar o Galo na partida decisiva contra o Votuporanguense, amanhã às 20h, no Pradão, pela A-2. Caso seja vetado, José Guilherme, filho da presidente do clube, vai para a meta.

Votuporanguense derrotou o Independente no último confronto no Pradão

Independente e Votuporanguense já se enfrentaram nove vezes na história no Pradão. O Galo venceu três vezes, empatou cinco (todas elas por 1 a 1) e perdeu uma.

O último confronto em Limeira foi registrado no dia 01/10/2014, pela Copa Paulista. Com um gol do centroavante Romário aos 15 minutos do 2º tempo, o CAV venceu por 1 a 0.

Já a última vitória galista diante do rival no Pradão aconteceu em 05/10/2011. O Independente goleou o Votuporanguense por 5 a 2, pela Segundona, gols de Murilo Silva, Jean, Gilberto, Thiago Pereira e Leandro Neves.

Nesta Série A-2, o time de Votuporanga jogou oito vezes como visitante. Foram duas vitórias (3 x 2 no Atlético de Sorocaba e 2 x 0 no Monte Azul), um empate (1 x 1 Taubaté) e cinco derrotas (3 x 1 Santo André, 5 x 0 Barretos, 3 x 1 Batatais, 1 x 0 Guarani e 2 x 0 Bragantino).

O time de Votuporanga não vence fora de casa há quatro partidas, perdendo as últimas duas para Guarani e Bragantino.

Confrontos em Limeira:

25/07/1979 - Independente 3 x 1 Votuporanguense
15/06/1980 - Independente 1 x 1 Votuporanguense
28/09/1980 - Independente 1 x 1 Votuporanguense
16/08/1981 - Independente 1 x 1 Votuporanguense
04/06/1995 - Independente 2 x 0 Votuporanguense
05/10/2011 - Independente 5 x 2 Votuporanguense
27/03/2013 - Independente 1 x 1 Votuporanguense
02/04/2014 - Independente 1 x 1 Votuporanguense
01/10/2014 - Independente 0 x 1 Votuporanguense

Com Ivan Izzo no banco, Independente pega Votuporanguense hoje no Pradão

Faltando apenas quatro rodadas para o término do Campeonato Paulista da Série A-2, finalmente o técnico Ivan Izzo poderá ficar no banco de reservas para comandar o Independente nesta noite, às 20h, no Pradão, contra o Votuporanguense, pela 16ª rodada.

Segundo Anivaldo dos Anjos o acerto com o técnico Jamelli foi realizado na última sexta-feira e, desde ontem, a situação do novo treinador, Ivan Izzo, fora regularizada.

O treinamento do último domingo teve clima quente. Isso porque dois atletas se desentenderam e, por pouco, não chegaram as vias de fato. Além deste episódio, momentos antes dos trabalhos, Bruno Oliveira, lateral esquerdo, comunicou ao departamento de futebol que estava se desligando do clube, ou seja, não ficaria mais no Independente.

Para a montagem do time, Izzo terá algumas dificuldades. Para a vaga de Bruno Oliveira, Matheus Leal ganha à vaga de titular. Já o meia Diogo, substituído na derrota para o Mirassol, está descartado, pois foi vetado pelo departamento médico. Desta forma, Léo Aquino deve ser o jogador que ocupará o espaço no meio de campo, ao lado de Romarinho.

Americano, com três cartões amarelos, não atua. Os ingressos estão à venda ao valor de R$ 10 na loja do clube. Depois das 16h, os bilhetes serão encontrados apenas nas bilheterias ao preço tradicional, R$ 20 com opção de meia entrada.

O CAV venceu seu último compromisso, em casa, contra o Penapolense, por 3 x 1. Com o resultado a equipe chegou aos 20 pontos e se distanciou da zona de rebaixamento, ocupando agora a 11º colocação.
O jogo terá a transmissão da Rádio Educadora 1020 AM, com Edmar Ferreira, Denis Suidedos, Tatinha Casagrande e João Valdir de Moraes. O comando é do Dr Roberto Lucato.

O próximo desafio do Galo, que encontra-se na zona perigosa com 15 pontos, será contra o Guarani, sexta-feira, às 20h, no estádio Brinco e Ouro da Princesa, em Campinas.

Ficha Técnica

Independente x Votuporanguense
 
Independente - Marcelo Bonan; Vinícius Bovi, Denner, André Pastor e Matheus Leal; Fabiano, Cláudio Falcão, Léo Aquino e Romarinho; Ricardo Oliveira e Éric Mamer. Técnico - Ivan Izzo.
Votuporanguense - Ricardo Ernesto; Afonso, Paulo Henrique, Alex Moraes e Janílson Madonna; Xaves, Rafael Tufa, Rafael Mineiro e Brunão; Dairo e André Luís. Técnico - Fahel Júnior.
Árbitro - Flávio Rodrigues Guerra
Auxiliares - Leandro Almeida dos Santos e Leonardo Tadeu Pedro.
Local - Pradão, às 20h.

Conrado marca milésimo gol da Inter de Limeira fora de casa

Depois de entrar para a história da Internacional ao marcar três gols fora de casa na vitória sobre o Grêmio Barueri por 3 a 1 - feito que não acontecia há 51 anos -, o atacante Conrado conseguiu registrar outra marca importante no clube: foi o autor do milésimo gol do Leão em partidas realizadas fora de casa.

A Inter disputou até agora 987 jogos como visitante em sua história. Foram 221 vitórias, 282 empates e 484 derrotas. A Inter marcou 1.004 gols e sofreu 1.560. O gol histórico de Conrado foi também contra o Barueri.

O maior artilheiro leonino em jogos fora de casa é Paulinho com 28 gols.

Completam a lista dos 10 maiores goleadores visitantes: Tato (23), Camargo (21), Jaime (19), Careca (14), João Batista (14), Tião Marino (14), Kita (12), Elói (11) e Guri (10). Conrado já tem quatro gols.

Últimos jogadores que marcaram três gols na Inter de Limeira

O atacante Billy marcou três dos quatro gols do Fernandópolis na Internacional, sábado no Estádio Cláudio Rodante. O atacante vestiu a camisa leonina em seis partidas na Série A-2 de 2008, marcando um gol (contra o Rio Branco em Americana). Caiu com o Leão para a A-3.

Na Série A-3 do ano passado, a Inter já tinha sofrido três gols de um mesmo jogador. O centroavante Washington, ex-Palmeiras, marcou todos os gols da vitória do São José F.C por 3 a 0, em pleno Limeirão.

Antes de Washington, o atacante Leandrinho tinha feito três gols na Inter na Segundona de 2010. Naquela ocasião, o Taboão da Serra goleou o Leão, de Claudemir Peixoto, por 4 a 0.

Últimos jogadores que marcaram três gols na Inter:

19/03/2016 - Billy - Fernandópolis 4 x 2 Inter
09/04/2015 - Washington - Inter 0 x 3 São José F.C
07/08/2010 - Leandrinho - Taboão da Serra 4 x 0 Inter
11/09/2005 - Davi - São Paulo B 4 x 0 Inter
18/08/2005 - Cezinha - Inter 1 x 4 Juventus

Pela 2ª vez na história, Independente e Inter de Limeira tomam 4 gols no mesmo dia

Um fato raro voltou a acontecer no futebol limeirense. Internacional e Independente foram goleados no mesmo dia após 21 anos.

No sábado, o Leão foi a Fernandópolis e perdeu para o time da casa por 4 a 2, pela Série A-3. Mesmo assim, segue fora da zona do rebaixamento.

Logo em seguida foi a vez do Galo perder de goleada para o Mirassol por 4 a 1, no Pradão, pela Série A-2, voltando para a zona da degola.

Essa foi apenas a segunda vez na história que os times limeirenses sofrem quatro gols no mesmo dia.

Em 9 de julho de 1995, a Internacional foi goleada pelo São José, no Vale do Paraíba, por 4 a 0, pela Série A-2. No mesmo dia, o Independente perdeu de goleada para o Monte Azul por 4 a 2, no Pradão, pela Série B1-A.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Anthony Davis fora da Olimpíada


FORA DA OLIMPÍADA - Pivô Anthony Davis, craque do New Orleans Pelicans na NBA, está fora da temporada 2016, em razão de uma lesão no ombro e outra no joelho esquerdo. O jogador terá que passar por duas cirurgias para corrigir as lesões. Nome certo nos Jogos Olímpicos deste ano, Davis está fora da competição no Rio de Janeiro. Davis termina a sua temporada com 24,3 pontos, 10,3 rebotes e dois tocos de média.

Novo diretor do São Paulo


Diretor adjunto do futebol profissional de 2005 a 2008 e com uma gestão vitoriosa enquanto esteve na diretoria de futebol amador, Luiz Antonio da Cunha foi apresentado hoje como novo diretor do futebol profissional do Tricolor. O dirigente, que sucederá Rubens Moreno, recebeu as boas-vindas do Presidente Carlos Augusto de Barros e Silva durante coletiva de imprensa no Centro de Treinamento da Barra Funda.

Allianz Parque amanhece pichado


PROTESTOS - Torcedores do Palmeiras picharam hoje o estádio Allianz Parque. Os vândalos criticaram a atuação do time, que no domingo foi derrotado pelo Audax 2 a 1, pelo Campeonato Paulista. "Queremos elenco campeão". "Cadê o futebol?", "Acabou a paz, pilantras", foram algumas das pichações na entrada do estádio. O alvo dos protestos foi a diretoria do Palmeiras, que contratou diversos jogadores para a temporada, cujos reforços ainda não deram resultado em campo. O desempenho ruim na Libertadores é outro fator de revolta.

Informações da Seleção Brasileira

A seleção brasileira inicia hoje à tarde na Granja Comary, em Teresópolis, os treinos visando o duelo contra o Uruguai, na próxima sexta-feira, na Arena Pernambuco, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, sem metade dos convocados pelo técnico Dunga.

Dos 23 chamados, onze não se apresentaram hoje por causa dos voos. Uma parte chegará somente à noite. A outra estará no Rio de Janeiro amanhã cedo.

O goleiro Diego Alves, os laterais direito Danilo e Daniel Alves, o volante Fernandinho e o atacante Neymar chegam hoje à noite.

Já os atacantes Hulk e Jonas, os zagueiros Marquinhos e David Luiz, o lateral esquerdo Alex Sandro e o meia Philippe Coutinho se juntam a seleção amanhã cedo e treinam à tarde.

O primeiro a chegar foi o volante Luiz Gustavo, do Wolfsburg, que se apresentou ontem.

A seleção treinará hoje, amanhã e quinta-feira, quando viaja para Pernambuco. Na sexta enfrenta o Uruguai e depois já inicia a preparação para o jogo contra o Paraguai, em Assunção, no dia 29.

Lateral titular pede seu desligamento do Independente


CLIMA QUENTE - O lateral-esquerdo Bruno Oliveira pediu seu desligamento do Independente. Autor de dois golaços nesta Série A-2, um deles de falta da derrota para o Mirassol por 4 a 1, o "Safadão do Pradão" (alusão ao seu corte de cabelo) disputou 10 jogos pelo Galo e era titular. 

O técnico Paulo Jamelli por sua vez, finalmente assinou a rescisão de contrato e amanhã, contra o Votuporanguense, às 20h, no Pradão, Ivan Izzo estará no banco de reservas. Já o volante Cláudio Falcão negocia com o Ajax da Holanda. 

Informações colhidas pelo setorista Denis Suidedos.

Inter perde para o vice-lanterna Fernandópolis e se complica novamente na A-3


*** Por Roberto Lucato

Apagar a fraca exibição do meio de semana e trazer uma vitória convincente a Limeira para motivar-se na reta final da competição. Esses eram os objetivos da Internacional, que jogou na tarde de sábado em Fernandópolis contra uma equipe à beira do abismo, desacreditada por seus torcedores e com apenas três jogadores no banco de reservas.

Mas deu tudo errado, pois não deu tempo sequer para esquentar. Logo aos sete minutos o bom meia Marcelinho, ex-Independente, recebeu uma bola açucarada do lateral Vinícius vinda do setor esquerdo na área. Ele teve tempo de dominar, ajeitar e colocar, fazendo um a zero.

A desvantagem balançou o onze leonino, que em poucos minutos se desorganizou na marcação ofensiva. Conrado e Wesley não conseguiam prender a bola no ataque e o FFC, na base da correria, apenas, dava as cartas.

Aos 22 minutos, depois de um cruzamento, Léo e Jean Pierri se chocaram na disputa pelo alto, e o meia leonino levou a pior, sendo substituído por Smith. Nada mudou, especialmente porque José Mateus vivia uma tarde infeliz e pouco criava. Alguns experimentavam de fora da área, como Malcon aos 24 minutos, mas a pontaria estava fraca.

A Inter era pouco agressiva, errava muitos passes, e dependia da bola parada. Em um dos vários escanteios cobrados por Vinícius, Diego Gaúcho perdeu gol incrível aos 45, cabeceando da pequena área, livre, para fora. Porém, o time limeirense foi premiado com o empate nos acréscimos, após uma boa trama ofensiva. Rubens chutou forte e o goleiro Felipe deu rebote, aproveitado por Malcoon. Ele fuzilou para fazer 1 a 1.

Parecendo mais disposto na volta dos vestiários, o Leão teria logo aos cinco minutos a chance de desempatar. Smith tocou para Conrado da meia direita, mas o atacante se desequilibrou na hora de chutar.

O castigo aconteceria dois minutos depois, em contra-ataque. Mais uma vez o lateral Vinícius ganhou de todo o mundo a carregou para a linha de fundo. Mesmo telegrafando a jogada, ele mandou para a área e Malcon e Diego Gaúcho furaram, sobrando para o atacante Billy que dominou e chutou: 2 a 1.

Ao contrário da primeira etapa, a Inter passou a buscar o empate com insistência e desta vez Vinícius Pedalada construiu uma boa jogada aos 12 minutos. Em lance idêntico ao gol do FFC, ele cruzou para área e a defesa alviceleste furou. Conrado, atento no lance, apenas empurrou para decretar 2 a 2.



O Fernandópolis, então, desabou. Fisicamente debilitada, a equipe do Ninho da Águia perdeu a disputa da intermediária, se restringindo aos contra-ataques. Em um deles, surgiu uma falta aos 16 e Marcelinho cobrou com maestria, obrigando arqueiro Diego a praticar uma linda defesa.

A entrada de Rodolfo no lugar de Wesley deu mais velocidade à Inter e aos 18 o lateral leonino chutou forte, levando perigo. Zé Mateus, continuando apagado, poderia ter virado novamente aos 32, mas chutou fraco.

A Inter pressionava, mas a partir dos 35 minutos passou a sofrer com o cansaço. Malcon ainda arriscaria aos 43, depois de um tiro esquinado, mas essa subida ao ataque foi mortal.

Desorganizada no sistema defensivo, como em quase toda a partida, a Inter vacilou após nova pontada de Vinícius. Ele ganhou na velocidade e serviu Billy que se aproximava da área. O atacante ficou com as metas a sua frente e só teve o trabalho de escolher o canto para fazer 3 a 2.

O Leão não rugia mais, estava entregue e aos 47, números finais. Billy e Netinho disputaram a bola com o goleiro Diego e ganharam o lance, pelo alto, cabendo ao matador do Fernandópolis, Billy, fechar a surpreendente goleada.

O FFC ainda poderia ter feito o quinto, em lance idêntico, mas Netinho perdeu com o gol a sua frente. Um resultado ruim para Veterana, que volta a campo nesta quarta-feira, enfrentando a forte equipe do Rio Preto, às 20h, no Limeirão.

Ficha Técnica

Fernandópolis 4 x 2 Internacional

Gols - Marcelinho aos 7 do 1ºT, Billy aos 7, aos 43 e aos 47 do 2ºT (FER); Malcon aos 47 do 1ºT e Conrado aos 12 do 2ºT (INT)
Local - Estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis
Árbitro - Max Venâncio da Silva
Auxiliares - Fernando Luis Raveli e Maurício Helder Luiz Alexandrino.
Público - 50
Renda - R$ 500,00
Fernandópolis - Felipe; Matheus, Babi, Jean e Vinícius (Diogo); Marcos Vinícius, Rafael Rueda, Marcelo e Elivelton; Billy e Índio (Netinho). Técnico - Viriato Mendes.
Internacional - Diego; Vinícius Pedalada, Mário Paiva, Diego Gaúcho e Malcon; Robério, Rubens (Giba) e Zé Mateus; Wesley (Rodolfo), Conrado e Léo (Smith). Técnico - João Vallim.
Ocorrências - cartões amarelos para Diego Gaúcho, Giba e Robério (INT); Felipe (FER)